Bom dia! Confira as manchetes e as principais notícias nos jornais do Brasil e do mundo nesta sexta-feira, 12 de outubro, feriado da Padroeira do Brasil: Nossa Senhora Aparecida.













Folha de S.Paulo
O Estado de S.Paulo
Planalto diz que uso político do mensalão não é inteligente
O Globo
Combate ao Crime Organizado - Rio terá 'tropa de elite' contra máfia das vans
Correio Braziliense
UnB vai destinar 32,5% das vagas para cotas
Estado de Minas
Dinheiro não é brincadeira
Zero Hora
Prévia do PIB tem maior alta em 17 meses
*
Jornais internacionais
The New York Times (EUA)
Biden e Ryan discutem agressivamente em debate, revelando contrastes
The Washington Post (EUA)
Biden e Ryan trocam farpas
Le Figaro (França)
Ayrault: A dúvida instalada na maioria
Le Monde (França)
François Hollande e a África: tempos de lucidez
Clarín (Argentina)
A Suprema Corte ordena que se realize o aborto legal realizado na cidade



O Globo
Manchetes: Combate ao Crime Organizado - Rio terá ‘tropa de elite’ contra máfia das vans
Paes chama ex-titular da Draco para enfrentar milicianos no transporte.

Colaborador da CPI de Freixo, delegado Cláudio Ferraz, que já prendeu quase 800, assumirá cargo vinculado diretamente ao gabinete do prefeito reeleito.

O prefeito reeleito Eduardo Paes designou o delegado Cláudio Ferraz, ex-titular da Delegacia de Repressão a Ações Criminosas Organizadas (Draco), para chefiar uma tropa de elite de policiais com a missão de combater as máfias das vans, controladas por milicianos e traficantes. O grupo de Ferraz vai trabalhar diretamente vinculado ao gabinete do prefeito. "Está na hora de esse pessoal parar de agir como marginal" disse Paes ao GLOBO. Na Draco, Ferraz levou quase 800 à prisão e municiou a CPI das Milícias presidida pelo candidato derrotado Marcelo Freixo. (Págs. 1 e 14)

Horário Eleitoral: Bahia recua e sai da hora de verão
O horário de verão entrou com tudo na campanha em Salvador: a Bahia ia aderir à mudança, mas, depois que o candidato do PT à prefeitura, Nelson Pelegrino, discordou, o governador Jaques Wagner voltou atrás e desistiu. Para a oposição, a medida é eleitoreira. (Págs 1 e 11)
Eleições nos EUA: Romney renasce como moderado
O republicano Mitt Romney consolidou a estratégia de mover-se em direção ao centro, recuperando o perfil moderado que o elegeu governador de Massachusetts e adotando uma postura mais conciliadora em temas como impostos, aborto, imigração, educação e saúde. (Págs. 1 e 31)
Duralex: Espanha quer lei mais rigorosa
O governo espanhol aprovou uma reforma no Código Penal, com penas mais duras e novas categorias de crimes, como divulgar imagens íntimas sem autorização e difundir mensagens que incitem delitos contra a ordem pública. O projeto vai agora ao Parlamento. ( Págs 1 e 32)
Recall Mundial: Toyota sabia das falhas há 4 anos
O recall mundial de mais de 7,4 milhões de veículos da montadora japonesa vai afetar o Brasil. Donos de Corolla, Camry e Rav-4 devem ir às concessionárias reparar defeito no botão do vidro elétrico da porta que causa risco de incêndio. (Págs. 1 e 27)
TJ do Rio condena Lindbergh
A 10ª Câmara Cível do TJ- RJ condenou o senador Lindbergh Farias (PT) por improbidade administrativa e suspendeu por cinco anos os seus direitos políticos. Para o senador, a decisão é uma “aberração jurídica”. (Págs. 1 e 12)
Economia: Forte ajuste na China
A China terá um ajuste similar à década perdida brasileira e poderá crescer só 3% a 4%, prevê Michael Pettis. (Págs 1 e 25)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchetes: Supremo absolve ex-líder do governo Lula e mais 2
Professor Luizinho é inocentado da acusação de lavagem; mais 3 devem se livrar

A divisão dos ministros do STF sobre a caracterização da lavagem de dinheiro deve levar à absolvição dos seis réus no capítulo do mensalão que trata de repasses de dinheiro a petistas e a um ex-ministro.

Já há maioria para livrar três: o ex-deputado federal Professor Luizinho (PT), que foi líder do governo Lula na Câmara, e Anita Leocádia e José Luiz Alves —acusados de intermediar recebimento de recursos ilícitos.

Os outros três —os ex-deputados petistas Paulo Rocha (PA) e João Magno (MG) e o ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto— têm cinco votos favoráveis e precisam de só mais um para serem inocentados.

Desta vez, a maioria dos ministros esteve com o revisor, Ricardo Lewandowski; Joaquim Barbosa ficou isolado. Restam três votos para encerrar o capítulo. Em caso de empate, os réus devem ser beneficiados. (Págs 1 e Poder A4)

Pesquisa Ibope traz Haddad com 48% e Serra com 37%
Pesquisa Ibope feita com 1.204 pessoas entre terça- feira e ontem mostra o petis- ta Fernando Haddad 11 pontos à frente de José Serra, com 48% das intenções de voto ante 37% do tucano. Considerando só os votos válidos —excluídos brancos, nulos e, nessa pesquisa, os indecisos—, a diferença é de 12 pontos (56% a 44%). A margem de erro é de três pontos. (Págs. 1 e Poder A9)
Recall mundial da Toyota vai afetar 38 mil carros no país
O recall da Toyota que envolveu mais de 7,4 milhões de veículos no mundo afetará 38 mil proprietários dos modelos Corolla, Camry e RAV4 fabricados entre 2006 e 2008 e vendidos no Brasil.

A convocação por falha no sistema do vidro elétrico foi confirmada um dia após o anúncio mundial —o maior desde que a Ford tirou 8 milhões de carros de circulação em 1996. (Págs. 1 e Mercado B4)

Fotolegenda: Apoio e dou fé
Fernando Haddad, com Michel Temer e Gabriel Chalita, em reunião que selou o apoio do candidato do PMDB ao petista; com a adesão de Chalita, Haddad busca aproximação com o eleitorado católico. (Págs. 1 e Poder A7)
Fotolegenda: Paulinho dá força
Com o governador Geraldo Alckmin, o candidato do PSDB à prefeitura, José Serra, discursa no Sindicato dos Metalúrgicos em evento em que Paulinho da Força declarou ao tucano o apoio do PDT. (Págs. 1 e Poder A8)
Auditoria vê indício de fraude em contrato do MEC
Auditoria do Tribunal de Contas da União vê suspeita de fraude em concorrência para aumentar a segurança do Enem. O processo é responsabilidade do Inep, ligado ao Ministério da Educação, e ocorreu na gestão Fernando Haddad. O candidato disse que o TCU ainda analisa o caso. (Págs. 1 e Poder A7)
Tucano agora diz que vai mudar a inspeção veicular
O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, admitiu, pela primeira vez em sua campanha, que mudará a aplicação da inspeção veicular se eleito. O tucano tenta assim fazer frente à promessa do rival Fernando Haddad (PT) de acabar com a cobrança da taxa, de R$ 44,36. (Págs 1 e Poder A8)
Eliane Cantanhêde: ‘Método Roriz lava candidatos fichas-sujas
Para não largarem o osso, candidatos fichas-sujas põem parentes para disputar cargos. As “Rosa do Faiad”, as “Michele do Daniel”, as “Neia do Saulo” e as “Sílvia do André” são só mais uma representação da “Weslian (do) Roriz”. (Págs. 1 e Opinião A2)
Desoneração da folha favorece grandes empresas
A desoneração da folha de pagamentos, lançada pelo governo para abrandar a perda de competitividade de alguns setores, tem feito pequenos empresários pagar carga tributária até quatro vezes maior que grandes empresas. (Págs. 1 e Mercado B1)
Candidatos a vice nos EUA fazem debate agressivo
Em debate agressivo, os candidatos a vice Joe Biden (democrata) e Paul Ryan (republicano) discordaram sobre política externa, saúde e impostos. Biden foi mais incisivo com seu rival que Barack Obama havia sido semana passada . (Págs. 1 e Mundo A14)
Começam hoje em SP debates sobre o futuro dos jornais. (Págs. 1 e Poder A12)

Editoriais
Leia “Pauliceia descolada”, acerca de intenção de voto no 2o turno, e “Convênios doentios”, a respeito de impasse entre médicos e planos de saúde. (Págs. 1 e Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchetes: Planalto diz que uso político do mensalão não é inteligente
Para Carvalho, apelo moral não funciona; Serra afirma que Dirceu quer compensar condenação com eleição

Às vésperas do segundo turno das eleições, o mensalão continua gerando discussão entre governo e oposição. O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) disse que quem usar o tema não terá sucesso. “A única coisa que posso dizer é que aqueles que têm apostado no uso político de fatos como esse nunca se deram bem”, disse. “O primeiro turno registrou a vitória das forças progressistas do País, acho que isso tem de ser comemorado, então quem for inteligente não vai tentar fazer esse uso.” As declarações ocorrem dois dias após a condenação de José Dirceu pelo STF. O candidato José Serra (SP) disse que “o mensalão é obra do PT” e Dirceu tenta usar a eleição para “compensar” sua condenação. “É uma coisa estranha que alguém condenado pela Justiça de repente considere que o mais importante é ganhar a eleição em SP;” (Págs. 1 e Nacional A6)

Julgamento no STF pode ter empate
Relator do processo do mensalão, o ministro Joaquim Barbosa pediu ontem a condenação de Anderson Adauto, ministro dos Transportes no governo Lula, pelo crime de lavagem de dinheiro. Mas o plenário se dividiu e o julgamento dessa acusação deve terminar empatado, segundo a previsão dos próprios magistrados, quando o processo for retomado, na segunda-feira. O ex-deputado Professor Luizinho foi absolvido. (Págs. 1 e Nacional A4 e A5)
Eleições 2012: Pesquisa Ibope aponta Haddad 11 pontos à frente de Serra
O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, tem 48% das intenções de voto, 11 pontos mais que o tucano José Serra (37%), segundo a primeira pesquisa Ibope no segundo turno. Em votos válidos - excluídos nulos e brancos -, Haddad venceria por 56% a 44%. Na pesquisa espontânea, em que o eleitor manifesta preferência antes de ler os nomes dos candidatos, o placar seria de 45% a 35%. A margem de erro é de três pontos porcentuais. (Págs 1 e Nacional A8)
Fotolegenda: Aliança Selada
O candidato derrotado Gabriel Chalita (PMDB) dará apoio a campanha do petista Fernando Haddad. Michel Temer nega que Chalita vá ganhar um ministério no governo de Dilma Rousseff. (Págs. 1 e Nacional A7)

Fotolegenda: Negociações e respaldo
José Serra (PSDB) recebe abraço de Flávio D’Urso. Candidato obtém apoio do PTB para a campanha no 2º turno durante encontro do qual participaram Campos Machado e Geraldo Alckmin. (Págs. 1 e Nacional A7)
Sem reajuste, Petrobrás diz que cortará projetos
A Petrobras advertiu que cortará projetos bilionários se não houver um novo reajuste de combustíveis. A presidente da companhia, Maria das Graças Foster, apresentou ao ministro Guido Mantega (Fazenda) lista de projetos que podem ser cortados por falta de caixa. (Págs. 1 e Economia B1)

Assembleia da SIP reunirá 450 jornalistas
A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) inaugura hoje em São Paulo sua 68.a Assembleia-Geral. Cerca de 450 jornalistas e donos de empresas de comunicação discutirão temas que vão das ameaças à liberdade de expressão a questões profissionais. (Págs. 1 e Nacional A13)
Turquia diz que avião levava armas à Síria (Págs. 1 e Internacional A14)

Nicholas D. Kristof
O crime foi gostar de escolas

Drama de jovem ativista paquistanesa mostra que a luta pela igualdade de gênero equivale às campanhas pelo fim da escravidão no séc. 19. (Págs. 1 e Visão Global A16)

Fernando Gabeira
Viagem pelas eleições

Estas foram as eleições mais frias da pós-ditadura. A retomada da confiança no processo político precisa de mais tempo e de novos atores. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Milton Hatoum
Morar, não ilhar e prender

O modelo Cingapura revela que a grandeza e a riqueza do Brasil não se traduzem em moradias dignas nem em qualidade de vida. (Págs 1 e Caderno 2 D10)

Notas & Informações
O esperneio do condenado

Ao protestar contra a sentença do STF, José Dirceu oscila entre o patético e o injurioso. (Págs. 1 e A3)


MP pede indenização bilionária da Sabesp (Pág. 01 e Cidades C1)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
Manchetes: UnB vai destinar 32,5% das vagas para cotas
O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Universidade de Brasília decidiu que 12,5% das vagas do primeiro vestibular de 2013 e da terceira etapa do Programa de Avaliação Seriada (PAS) serão reservadas para as cotas sociais, conforme estabelece lei aprovada pelo Congresso Nacional em agosto. A medida beneficia alunos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas. A UnB também decidiu manter o programa que já aplica desde 2004, destinando 20% das vagas para negros e índios, mas somente no vestibular universal. Com isso, das 4.184 oportunidades que ofertará na próxima seleção, 710 ficarão com afrodescendentes e 232 com estudantes de instituições públicas. (Págs. 1 e 23)

Supremo: Julgamento do mensalão corre risco de novo empate
Joaquim Barbosa pede a condenação dos ex-deputados João Magno (PT-MG) e Paulo
Rocha (PT-PA) e do ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto, por lavagem de dinheiro. Mas apenas Luiz Fux seguiu o voto do relator. O revisor, Lewandowski, e mais quatro magistrados pediram a absolvição. Os outros três ministros votam na segunda-feira. (Págs. 1, 2 e 3)

Consumo: Preço da cerveja pode cair até 15%
A maior cervejaria do país anuncia que o produto ficará mais barato no Distrito Federal, em Goiânia e no Amazonas, depois de o governo adiar aumento de tributação para abril do ano que vem. (Págs. 1 e 11)
Seqüestro: Noivo reage e é assassinado. (Págs. 1 e 26)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
Manchetes: Dinheiro não é brincadeira
Um guia para você educar seus filhos na vida financeira

No Dia das Crianças, especialistas mostram a importância cada vez maior de escolas e pais ensinarem planejamento financeiro aos filhos. Gastar com consciência, controlar a entrada e saída do dinheiro, economizar e traçar objetivos para poupança no curto, médio e longo prazos são alguns preceitos básicos. “Levar a criança para pesquisar nas lojas, apontar
as diferenças de preço, negociar desconto ou mostrar que é possível comprar dois brinquedos pelo preço de um são formas de começar a educá-la financeiramente”, sugere Álvaro Modernell, autor de 10 livros sobre o tema. Outra dica é aproveitar a fase de alfabetização, quando os pequenos passam a ter melhor noção sobre números e quantidade. (Págs. 1 e 11)

Mensalão: Divergência sobre lavagem de dinheiro domina sessão
Definição do crime provocou intensos debates entre os ministros do Supremo. Por sete votos a zero, a Corte inocentou ex-deputado petista e outros dois réus no julgamento. (Págs. 1 e 3)
Acusado de sanguessuga vira vereador
Apontado por CPI como integrante do esquema de fraudes no Orçamento para compra
superfaturada de ambulâncias, quando era deputado federal por São Paulo, o pastor Marcos Abramo (PRB) se elegeu em Betim, fazendo campanha como nome de Marcos Roberto. Ele havia tentado sem sucesso vaga na Assembleia paulista e na Câmara de Vitória (ES). (Págs. 1 e 7)

Estado vai pagar o 13º em 15 de dezembro (Págs. 1 e 7)

Planos de saúde: Dentistas engrossam paralisação
O boicote dos médicos aos planos de saúde, que está tumultuando os serviços de atendimento à população, terá no dia 25 a adesão dos dentistas, também insatisfeitos com a remuneração paga pelas operadoras. Fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais vão à Justiça
pleitear reajuste. (Págs. 1 e 12)

Baixa Natalidade: População brasileira vai diminuir a partir de 2030. (Págs. 1 e 10)

Pesquisa: Estudo busca evolução da Aids em símios
Cientistas das universidades americanas de Washington e Harvard identificam no intestino de macacos 32 micro-organismos até então desconhecidos da literatura médica e com participação no progresso do SIV, vírus equivalente ao HIV. (Págs. 1 e 24)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio
Manchetes: Indústrias vão gerar quase 6 mil empregos
Projetos avaliados em R$1,7 bilhão foram aprovados ontem. Empreendimentos estão distribuídos em 25 cidades e o maior deles é a Cervejaria Petrópolis, que será instalada em Itapissuma. (Págs. 1 e Cidades/Economia 5)
Presidente regulamenta Lei de Cotas
Ato governamental vai dar tranqüilidade aos feras. Demora para assinatura de Dilma já provocou o adiamento do vestibular da UPPE para janeiro. (Págs. 1 e 6)
Joboatão vai demitir 517 comissionados
Além dos cortes, 116 servidores pagos pela prefeitura serão devolvidos à Câmara. Medidas tentam compensar perdas com a redução do FPM. (Págs. 1 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchetes: Prévia do PIB tem maior alta em 17 meses
Termômetro da economia, indicador do BC de agosto sobe 0,98%, um recorde desde
março de 2011. Mas crescimento acumulado no ano ainda é tímido: 1,29%. (Págs. 1 e 24)

Obesos precoces: Cirurgia para redução de estômago a partir dos 16
SUS autoriza procedimento. Médicos concordam, mas advertem que o melhor é evitar o sobrepeso. (Págs. 1 e 32)

Reação: Identificado grupo que ataca bancos
Polícia prende bandido e caça líder de quadrilha que usa explosivos. (Págs. 1 e 40)
------------------------------------------------------------------------------------
Edição Impressa do Económico de 2012-10-10

A hora do mensalão: Maioria absolve ex-deputado do PT
Após condenar 25 réus do mensalão, incluindo a cúpula do PT, o STF absolveu o ex-deputado Professor Luizinho (PT-SP), ex-líder do governo Lula, do crime de lavagem de dinheiro. Já há cinco votos para absolver os ex-deputados Paulo Rocha e João Magno e o ex-ministro Anderson Adauto. O estatuto do PT prevê expulsão para os filiados condenados. O PT não informou se haverá expulsões. (Págs. 1 e 3 a 7)
------------------------------------------------------------------------------------

Comentários