Em Petrópolis, Policial Militar é preso suspeito de ser líder de milícia


Policial foi preso em Operação Parajás, que prendeu mais nove pessoas.
Caso seja confirmada sua participação no grupo, ele será expulso da PM.
Suspeito de ser um dos líderes de uma quadrilha de milicianos que atuava na região de Saracuruna, na Baixada Fluminense, o Sargento-PM Alexandre dos Santos, foi preso na quarta-feira (10) quando saia do plantão da Polícia Militar, no bairro Alto da Serra, em Petrópolis, Região Serrana do Rio.A prisão do PM só foi confirmada na sexta-feira (12) e, de acordo com o Tenente-Coronel Rubens Peixoto,  comandante do comandante do 26ºBPM, o "sargento Santos", como é conhecido, morava em Duque de Caxias. 


Ele entrou para a PM em 2000 e há quatro anos trabalhava no 26º Batalhão da Polícia Militar de Petrópolis.Ainda de acordo com o Coronel Rubens Peixoro, as investigações sobre a ação dos milicianos na Baixada estão a cargo de policiais da Delegacia de Campos Elíseos (60ºDP). Se comprovado o envolvimento do policial militar com o caso, ele poderá ser expulso da corporação.A "Operação Parajás", que prendeu o policial, reuniu policiais de delegacias da Baixada Fluminense e da Corregedoria geral Unificada para cumprir 12 mandados de prisão. Nove pessoas foram presas. Em Petrópolis, a operação teve o apoio do 26º BPM.As investigações da Polícia Civil começaram há cerca de cinco meses e apontam que milicianos exploravam sinal clandestino de tv a cabo, cobrando taxa de segurança de comerciantes e taxas para venda de imóveis e terrenos.
do G1

Comentários