Em São Pedro da Aldeia, repartições públicas estão às escuras

A Prefeitura acumulou uma dívida de quase R$ 400 mil com a Ampla.
24 unidades administradas pelo governo municipal estão sem energia.

Repartições da Prefeitura de São Pedro da Aldeia,  Região dos Lagos do Rio,  estão às escuras. A Ampla, concessionária de energia elétrica,  cortou o fornecimento por falta de pagamento. A divida da Prefeitura é de quase R$ 400 mil, valor acumulado desde novembro de 2011.Os cortes começaram a ser feitos na tarde de quarta-feira (03).


No total, 24 unidades administradas pelo governo municipal de São Pedro da Aldeia estão sem energia elétrica, entre elas a única biblioteca da cidade. Na Rua Francisco Coelho Pereira, no Centro, o complexo onde ficam as sedes da Guarda Municipal e a Casa de Cultura também está sem energia.
O Teatro Municipal é outro ponto onde a energia foi cortada, o local é ponto de votação neste domingo (07). O TRE informou que vai enviar um ofício pedindo a religação urgente.
No fim de setembro um decreto do prefeito da cidade, Carlindo Filho, determinou que a Prefeitura e outras repartições públicas só funcionariam na parte da tarde.O objetivo era reduzir os gastos da Prefeitura com energia elétrica. Durante o expediente, os servidores ficaram proibidos de ligar os aparelhos de ar condicionado. Os moradores da cidade estão indignados com a situação.
A Prefeitura  informou que já regularizou a situação com a concessionária de energia elétrica, e pediu para que o serviço fosse restabelecido. Segundo a Ampla, apenas parte do pagamento foi feito e informou que só vai religar a luz quanto houver um comprometimento formal para a quitação da dívida.
do G1

Comentários