Exame de corpo de delito confirma abuso de bebê de 9 meses ervados


O exame de corpo de delito confirmou que um bebê de 9 meses foi abusado sexualmente no Grajaú. O acusado do crime, Dario Veiga Miranda Júnior, de 40 anos, foi preso na segunda-feira por policiais da 20ª DP (Vila Isabel). O suspeito mantinha um relacionamento com a mãe da vítima. Está sendo investigada a possibilidade de o homem também ter abusado da irmã do bebê, de 3 anos.



O pedido de prisão preventiva foi expedido pela 27ª Vara Criminal, na segunda-feira. Em sua decisão, o juiz Flavio Itabaiana de Oliveira Nicolau afirma que há prova da existência do crime e indícios de que Dario possa ser o autor. Quatro pessoas ouvidas na delegacia o acusam do abuso. Ele, no entanto, só falará em juízo, segundo informou a Polícia Civil.
O bebê passou por exame de corpo de delito, que comprovou a existência de lesão. O juiz alegou que o suspeito pode oferecer riscos à sociedade e atrapalhar o andamento do processo ameaçando as testemunhas. O fato de Dario não ter apresentado residência nem trabalho fixo também levaram o juiz a temer que ele pudesse fugir mais facilmente, em caso de condenação.
A mãe do bebê disse ter ido à farmácia e deixado as crianças sozinhas com o namorado. O advogado de Dario, no entanto, falou ao site G1 que seu cliente só ficou sozinho com a vítima por um curto tempo, enquanto a mãe foi na cozinha. Ele afirmou que Dario não praticou o crime.
O advogado alegou ainda que a mãe da menina teria motivação para incrimiar seu cliente. Perguntado pelo G1 se a motivação poderia ser o fim do relacionamento, o advogado afirmou: "É possível".


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/exame-de-corpo-de-delito-confirma-abuso-de-bebe-de-9-meses-6264932#ixzz28CRuLpZE 
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

Comentários