Mano se diz decepcionado com futebol e minimiza título


O técnico Mano Menezes, da seleção brasileira, disse que o cancelamento do amistoso entre Argentina e Brasil, por falta de energia, deixou-lhe decepcionado.
"Houve toda uma preparação para enfrentar um adversário tradicional. Nós queríamos jogar. A gente sai decepcionado com o futebol", afirmou.
De acordo com o comandante, o título ficou em segundo plano. "É claro que o mais importante era jogar", falou.
O treinador não quis se posicionar em relação à realização da partida em outra data. "Não depende de mim. Sabemos que os clubes sofrem com estas mudanças de datas", limitou-se a responder.

Argentina x Brasil

 Ver em tamanho maior »
Juan Mabromata/AFP
AnteriorPróxima
Técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, antes do Superclássico das Américas no estádio Centenário, na cidade de Resistencia


CANCELAMANTO
Após uma hora e cinco minutos de atraso, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e a AFA (Associação do Futebol Argentino) decidiram cancelar o amistoso entre Argentina e Brasil, válido pelo jogo de volta do Superclássico das Américas. A partida seria realizada no estádio Centenário, na cidade de Resistência, às 22h. Porém, uma queda de energia impossibilitou a disputa do confronto.
Os jogadores de ambas as equipes se aqueceram por cerca de 40 minutos até que o árbitro chileno, Enrique Osses, tomasse alguma decisão. Então, às 22h40min, os atletas foram para o vestiário.
O Brasil havia vencido o primeiro jogo por 2 a 1, em Goiânia, no dia 19 de setembro. O time de Mano Menezes dependia apenas de um empate para conquistar o bicampeonato.

Comentários