Faltam menos de quatro meses para as obras do Maracanã ficarem prontas



Estado garante que vai entregar o estádio pronto no final de fevereiro.
Obra de urbanização do entorno deve ficar pronta até a Copa do Mundo.

A reforma do Maracanã está na reta final e deve ficar pronta no início do ano que vem, já para os testes da FIFA para a Copa das Confederações. Mas vem mais obra por aí. O governo do estado e a prefeitura vão revitalizar a área do entorno do estádio também. As informações são do RJTV.
Faltam menos de quatro meses para o Maracanã ser entregue à FIFA. Setenta por cento das obras estão prontas, segundo os responsáveis pela reforma. A parte estrutural está quase no fim, a cobertura começa a ser içada daqui a poucos dias.


O governo do estado garante que vai entregar o estádio pronto no final de fevereiro, antes da Copa das Confederações.
“Em termos de enegenharia, de entrega da obra, vou entregar no final de fevereiro, completa, conforme combinamos", disse Icaro Moreno, presidente da Emop.
Mas ainda faltarão obras a serem concluídas.
O governo do estado lançou, no fim de outubro, um edital de licitação para áreas fora do Maracanã, como estacionamento, bilheterias e portões de acesso. O projeto está orçado em mais de R$ 19,4 milhões.
"Esses intramuros nós solicitamos agora e em fevereiro ou março estamos entregando também”, finalizou Icaro,
E não é só. Outras duas grandes obras vão mexer com a cara do bairro.
A de urbanização do entorno do estádio deve ficar pronta até a Copa do Mundo. Segundo a prefeitura, responsável por essa parte do projeto, O trabalho começou há dez meses. Daqui a duas semanas terá início uma nova etapa, a construção da passarela de acesso à Quinta da Boa Vista.
A outra obra, só mesmo para as Olimpíadas de 2016. A concessionária que ganhar a concorrência aara administrar o estádio terá que investir quase R$ 469,4 até 2015.
Pela minuta do edital, serão demolidos o estádio Célio de Barros e o Parque Aquático Júlio Delamare, que darão lugar a dois estacionamentos com 2 mil vagas.
O novo concessionário também terá que modernizar o Maracanãzinho, construir e operar o Museu do Futebol e um centro comercial com lojas, bares e restaurantes.
Além disso, o projeto ainda prevê que uma escola também será jogada abaixo, assim como o prédio do antigo Museu do Índio.
A área servirá para agilizar a saída do público. Pontos polêmicos que serão discutidos nesta quinta-feira (8) em uma audiência pública. Esta audiência acontecerá às 18h no Galpão da Cidadania, na Rua Baraão de Tefé, nº 75, na Gamboa.
do G1

Comentários