Yoko Ono agradece McCartney por dizer que ela não foi responsável pelo fim dos Beatles


  • Ethan Miller/Getty Images
    Yoko Ono e Paul McCartney em evento comemorativo do primeiro aniversário do espetáculo "The Beatles Love by Cirque du Soleil" em Las Vegas (26/6/2007)
    Yoko Ono e Paul McCartney em evento comemorativo do primeiro aniversário do espetáculo "The Beatles Love by Cirque du Soleil" em Las Vegas (26/6/2007)

Yoko Ono pediu obrigada a Paul McCartney durante uma entrevista ao “The Guardian” por ele dizer que ela não foi a responsável pelo fim do The Beatles.

“Eu acho que as pessoas sabiam que eu não era a responsável, mas supreendentemente, muitas pessoas ainda achavam isso. Ele foi muito corajoso. Então, gostaria de dizer ‘Obrigada, Paul. Eu te amo, nós o amamos”, falou a viúva de John Lennon, que por décadas foi acusada pelos fãs dos Beatles de ser a responsável pelo fim da Fab Four.

Em entrevista ao programa de David Frost na TV britânica (que deve ser exibida no Reino Unido ainda em novembro), Paul McCartney tirou dos ombros de Yoko a culpa pelo fim da banda.

“Ela certamente não foi a responsável pela separação do grupo, o grupo estava se separando. Quando Yoko apareceu, parte de sua graça era seu lado ‘avant garde’, sua visão das coisas, então ela mostrou a ele (Lennon) uma outra maneira de ser, o que era muito atraente para ele. Então, era hora de John sair, ele definitivamente iria sair de um jeito ou de outro”, afirmou Sir Paul.

Mas McCartney falou também que não era fácil ter Yoko durante as gravações do The Beatles, mas afirmou sem ela, ele não acredita que Lennon teria escrito “Imagine”. “Não acho que ele teria feito (a canção) sem Yoko, então eu não acho que você pode culpá-la por nada”, afirmou.

Comentários