Com apoio de 188 deputados, Romário consegue assinaturas suficientes para CPI da CBF

O deputado federal Romário (PSB-RJ) conseguiu assinaturas suficientes para requerir a abertura da CPI da CBF. Ele colheu 188 rubricas, mais do que as 171 exigidas pelo Regimento da Câmara, que representam um terço dos deputados. O próprio ex-jogador, via redes sociais, confirmou que irá protocolar o pedido ainda nesta quarta-feira.
“Nós aqui da Câmara não estamos admitindo mais este tipo de sacanagem com o povo”, declarou Romário, questionado ao falar sobre a rapidez com que conseguiu colher as assinaturas dos companheiros. Ele, que abordou pessoalmente cada um dos deputados, começou a colher o apoio às 15h da última terça-feira.



No entanto, alcançar o número necessário não significa que a Comissão Parlamentar de Inquérito será instalada. Isso porque mesmo depois de aprovada por 1/3 dos parlamentares, a mesma precisa da vontade política do presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), para pular a fila de espera e ser executada, o que pode demorar bastante dada a proximidade do mesmo com a entidade que rege o futebol nacional. Existem nove CPIs na fila esperando instalação.

Gremista, Marco Maia é um apaixonado por futebol e até chefiou delegação da seleção brasileira este ano, com a entidade já sob o comando de José Maria Marin.  Foi em agosto, logo após a Olimpíada, quando foi responsável pelo grupo na ida a Estocolmo para o amistoso contra a Suécia, no adeus ao estádio Rasunda.

Na última segunda-feira, Maia também esteve na festa promovida pela Confederação Brasileira de Futebol, na qual a mesma premiou àqueles que julgou como os melhores do Campeonato Brasileiro de 2012.
Por ESPN.com.br

Comentários