Homem agride esposa grávida de cinco meses e mata cunhada a facadas


Uma mulher de 35 anos foi morta por volta das 23h30 de ontem (27), na Quadra 501 de Samambaia Sul. A vítima, Juliana Neris Santana, foi assassinada pelo cunhado.
 
O delegado da 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia), Mauro Machado, informou que Juliana estava na casa da irmã Alessandra Neris de Santana de 33 anos e grávida de cinco meses, quando o esposo de Alessandra, Vagner Alvino Pereira, 39, chegou. O homem teria começado a discutir e agredir a companheira, pois achava que ela e a irmã estavam falando mal dele.

No meio da discussão, Juliana teria ido à cozinha, pegado uma faca e acertado Vagner na altura da costela. Depois do ocorrido, Juliana foi para casa. Mais tarde, porém, Alvino arrombou a casa da cunhada e a matou com uma facada na barriga, na frente dos três filhos dela.

Vagner foi preso em flagrante pela Polícia Militar, levado para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT) e encaminhado para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada, onde será indiciado por homicídio doloso - aquele com intenção de matar - e pode pegar entre oito e 20 anos. Ele já tinha passado 10 anos preso no DF e em Goiás por roubo e tráfico de drogas. Ele estava sob condicional.

Comentários