Modelo morre durante cirurgia para implante de silicone


Uma modelo de 24 anos morreu durante uma cirurgia de implante de silicone em Goiânia (GO) no último sábado (1º). Louanna Adrielle de Castro Silva, eleita Miss Jataí Turismo neste ano, sofreu uma parada cardíaca no Hospital Buriti.
Como o local não tem UTI (Unidade de Terapia Intensiva), ela foi transferida cerca de uma hora depois para o Hospital Monte Sinai, onde teve nova parada e não resistiu.


DANIELA ARAI
DE SÃO PAULO

Segundo o marido, Giuliano Cabral, 35, Louanna sonhava em fazer a cirurgia. "Há mais de uma ano ela vinha juntando um dinheirinho", diz. O procedimento custou seis parcelas de R$ 500. A operação foi feita pelo cirurgião plástico Rogerio Morale.
A família diz que um relatório apresentado pelo Monte Sinai ao IML (Instituto Médico Legal) aponta erroneamente Louanna como "paciente com histórico de uso de cocaína". "Ela não tomava nem cerveja", contesta Cabral.
O corpo de Louanna foi enterrado na noite de domingo no Cemitério São Miguel, em Jataí. A Polícia Civil investigará o caso.
OUTRO LADO
A reportagem ligou durante todo o dia de hoje na clínica do cirurgião Rogerio Morale, mas não teve resposta. O hospital Buriti também não se manifestou.
O diretor-geral do Hospital Monte Sinai, Claudio Aguiar, afirmou que a modelo já chegou à UTI em estado grave. Ele não soube informar se a entidade produziu relatório indicando que Louanna usou drogas.

Comentários