Obama chora durante coletiva sobre o massacre em Newtown


O presidente americano se emocionou ao falar das crianças mortas por um atirador em Connecticut, nos EUA
TERESA PEROSA
Obama limpa as lágrimas durante discurso sobre o massacre ocorrido na escola infantil Sandy Hook (Foto: AP Photo/The New Haven Register, Melanie Stengel)
“Como país, nós passamos por isso um número excessivo de vezes”, disse o presidente em referência à repetição de massacres semelhantes ocorridos nos EUA, como o de julho deste ano, quando um atirador entrou em um cinema lotado no estado do Colorado, matando 12 pessoas e ferindo outras 58. “Nós precisamos nos unir enquanto comunidade para impedir que esse tipo de evento ocorra novamente”, concluiu.
Vinte seis pessoas - 20 das quais, crianças - morreram na escola elementar de Sandy Hook na manhã desta sexta-feira, quando um homem identificado como Ryan Lanza, de 24 anos, entrou no local e abriu fogo contra alunos e professores.

Comentários