Pastor simula sequestro de adolescente de 15 anos para esconder relacionamento amoroso


Pastor simula sequestro de adolescente de 15 anos para esconder relacionamento amoroso


Um caso extraconjugal envolvendo um pastor de 39 anos e uma adolescente de 15 virou caso de polícia devido a uma simulação de sequestro.
O homem, que não teve o nome divulgado, convenceu a adolescente a fugir de casa, na cidade de São Carlos, interior de São Paulo, após uma visita feita por ele à casa da família.
A jovem havia saído de casa na sexta-feira, 21/12, por volta das 15h30, enquanto sua mãe trabalhava, e fugiu para Catanduva, cidade na região, para ficar com o pastor. Como a jovem não voltou para casa, sua mãe desconfiou e envolveu a polícia nas buscas.


Para esconder o relacionamento entre eles, o pastor e a jovem simularam um sequestro. A garota foi deixada amarrada num matagal em São Carlos, próximo a um condomínio. Como disfarce, o pastor procurou a família e afirmou ter tido uma visão do local onde os bandidos teriam deixado a jovem.
Durante as investigações, a polícia periciou o local onde a garota foi deixada e desconfiou da história. Tanto o pastor quanto a jovem confessaram terem montado um falso sequestro para esconderem o relacionamento.
A garota afirmou que manteve relações sexuais consensuais com o pastor, e passou por exames no Instituto Médico Legal. Após depoimento, ambos foram liberados, e o caso está sendo investigado como encontro de pessoa e subtração de incapaz, de acordo com informações do G1. A polícia investiga ainda se a jovem foi coagida.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários