Comissão da Verdade dos Jornalistas pesquisa agressões contra profissionais


Instalada na última semana,a Comissão da Verdade dos Jornalistas levantará os casos de violações dos direitos humanos cometidos contra profissionais da área no período da Ditadura Militar. O objetivo do grupo é editar uma publicação que deve ser entregue à Comissão da Verdade do governo federal até agosto.

Audlio_Dantas
Audálio Dantas coordenará as atividades da Comissão da Verdade dos Jornalistas (Imagem: Reprodução/ABI)
Em solenidade realizada durante o Seminário Internacional Direitos Humanos e Jornalismo, na sexta, 18, a ministra Maria do Rosário, da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República, entregou à Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) uma série de arquivos de pesquisa. "O outro nome da democracia é direitos humanos", disse a ministra, de acordo com informações da entidade.

Audálio Dantas foi anunciado como presidente da Comissão da Memória, Justiça e Verdade dos Jornalistas Brasileiros. Ele coordenará os trabalhos ao lado da militante Rose Nogueira, do jornalista Carlos Alberto Caó, do diretor de Relações Institucionais da Fenaj, Sérgio Murillo de Andrade, e do ex-deputado Nilmário Miranda (PT). A decisão foi aprovada no 35º Congresso Nacional dos Jornalistas, em novembro passado.


Além da pesquisa em documentos oficiais do período da ditadura militar e em publicações da época, o grupo ainda vai entrevistar vítimas e consultar publicações da época.
do comunique-se
 

Comentários