Em Teresópolis, assassino de taxistas é preso após confessar crimes

Ele vai responder por duplo latrocínio e pode pegar até trinta anos de prisão.
Ele confessou ter matado taxistas em Teresópolis, Região Serrana do RJ.
 A Polícia Civil prendeu ontem (7) o homem que confessou ter matado dois taxistas em Teresópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro. Um dos crimes aconteceu na madrugada do último sábado (5) e o outro há quase 10 dias, as vítimas foram mortas da mesma maneira, com um tiro na nuca, e encontradas dentro do veículo de trabalho.
O primeiro crime aconteceu no fim de dezembro de 2012. Joaquim Dias da Costa, de 74 anos, foi morto com um tiro na nuca, no bairro Alto. O  corpo do taxista foi encontrado dentro do  carro. Uma semana depois, Cristiano Augusto da Silva Santos, de 40 anos, foi encontrado na Granja Guarani, perto do lago Lacy.


Renato Júnior Marques, de 18 anos, foi preso e confessou os dos dois crimes na noite do segundo assassinato. Renato chegou a ser abordado pelos policiais, mas foi liberado, a polícia foi notificada sobre o crime minutos depois do assassinato.
Renato foi encontrado na lanchonete onde trabalhava como atendente, o jovem disse que queria roubar os taxistas. No primeiro assalto levou R$200 e dois celulares, no segundo roubou um celular e um relógio.
A Polícia Civil acredita que o jovem tenha problemas mentais, já que tratou com frieza os dois casos. Renato Júnior Marques vai responder duplo latrocínio e pode pegar até trinta anos de prisão por cada crime.
do G1

Comentários