Genoino espera ser “bombardeado” por jornalistas somente depois da posse


jose2009Redação Comunique-se

Condenado no julgamento do mensalão, o ex-presidente do PT, José Genoino, deve assumir como deputado federal nesta semana. O político foi à Câmara ontem (2) tratar de sua posse e, na ocasião, não falou com a imprensa. Para ele, jornalistas poderão fazer perguntas somente depois de voltar ao cargo.
Com pena que soma seis anos e 11 meses, Genoino pode assumir como deputado, pois o Supremo Tribunal entende que a perda dos direitos como político só pode acontecer no fim do processo e ele ainda não acabou. O petista é o primeiro da lista para assumir o posto na coligação.
"Só falarei amanhã [quinta, 3], depois de empossado deputado. Hoje, nem no pau de arara. E tem o pau de arara antigo e o moderno. Amanhã, depois da posse, vocês me bombardeiam", disse, dirigindo-se aos repórteres que cobrem o Congresso. As informações são do Brasil 247.

"Pau de arara" e "torturadores" são palavras conhecidas pelos jornalistas, principalmente para os que estão em Brasília. Desde o ano passado, Genoino usa as expressões para falar da imprensa e afirma que a situação é equivalente à ditadura.
"Vocês são urubus e torturadores da alma humana. Vocês fazem igual aos torturadores da ditadura. Só que agora não tem pau de arara, tem uma caneta", afirmou o petista a um repórter da Folha de S. Paulo no dia das eleições. Na época, o político ficou irritado com a presença dos profissionais e "desistiu" de votar.

Comentários