Jornalistas brasileiros criticam lista de indicados ao Oscar

Tapete vermelho, vestidos longos, glamourflashes e muitas fotos. É a cerimônia do Oscar 2013 que se aproxima. A Academia de Artes Cênicas e Ciências Cinematográficas divulgou na quinta-feira, 10, os indicados ao prêmio, mas jornalistas brasileiros ficaram surpresos com alguns pontos da lista.


Para Ana Maria Bahiana, da seção de ‘Cinema’ do UOL, “numa primeira leitura, parecia uma repetição dos Globos de Ouro, coisas inesperadas e interessantes”. Ela diz que “o bizarro foi o desaparecimento de três diretores cotadíssimos”, cujos filmes receberam indicações para várias categorias, inclusive para a de melhor filme: Kathryn Bigelow (“A hora mais escura”), Ben Affleck (“Argo”) e Quentin Tarantino (“Django”).
Jornalistas do Cineclick, do Yahoo, Felipe Minozzi e Paulo Cintra, também se surpreenderam por “Django” ter “apenas” cinco indicações. Quanto à categoria de melhor estrangeiro, eles estranharam a exclusão de “Os Intocáveis”, "filme francês que era tido como favorito”.
Da mesma forma, o crítico de cinema do Estadão, Luiz Carlos Merten, não esperava que o francês ficasse de fora da lista. “(...) Me surpreendeu que ‘Kon-Tiki’ tenha ficado com a vaga de ‘Os Intocáveis’ – foi punição para a França, por ter vencido no ano passado, com ‘O Artista’?”, questionou o colunista.
O Oscar 2013 será realizado na noite do dia 24 de fevereiro no teatro Dolby, em Los Angeles (EUA), com transmissão para mais cem países. No Brasil, a Globo exibe a entrega da premiação; a emissora ainda não divulgou os apresentadores deste ano.
Getty_Images

Emma Stone e Seth MacFarlane participaram da cerimônia que divulgou indicados ao Oscar
(Imagem: Reprodução/Getty Images)

do comunique-se

Comentários