Motoristas enfrentam congestionamento na BR-381 na volta do feriado

Trânsito é lento no sentido Espírito Santo-Belo Horizonte. Motoristas devem redobrar a atenção e evitar abusos nas rodovias para garantirem uma volta segura para casa.
Os belo-horizontinos que deixaram a cidade para passar as festas de fim de ano no interior do estado ou no litoral Sudeste já enfrentam trânsito complicado na volta à capital na tarde desta terça-feira. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o trânsito é intenso nas principais rodovias que levam à Belo Horizonte. Na BR-381, há registro de congestionamento no sentido Espírito Santo-BH. Já a Polícia Miliar Rodoviária (PMRv) informou que o trânsito segue tranquilo nas MGs, sem acidentes ou pontos de retenção.


Vale lembrar que a partir das 16h desta terça até a meia-noite de quarta-feira, é proibido o tráfego de carretas bitrens, rodotrens, treminhão, cegonheiras e carretas com Autorização Especial de Trânsito (AET) tanto nas rodovias estaduais quanto nas federais em Minas. 

A PMRv, estima que o número de veículos deve aumentar em relação à volta do Natal. Com a previsão de tempo aberto em Minas Gerais e com as estradas em boas condições, os abusos de velocidade preocupam a polícia. Para evitar acidentes, a polícia vai intensificar as ações de fiscalização com o uso de radares fixos e móveis e viaturas equipadas com bafômetros.

A orientação para os motoristas que beberam na virada do ano e dormiram pouco é de adiem a volta para casa. A PMRv também recomenda que as pessoas denunciem motoristas que estejam dirigindo de forma irresponsável nas rodovias, seja com abusos de velocidade, desrespeito à sinalização ou manobras perigosas.

Mortes

Entre os dias 28 e 30 de dezembro, acidentes causaram pelo menos 14 mortes nas rodovias federais e estaduais. A operação de fim de ano nas estradas termina quarta-feira. O feriado prolongado de Natal terminou como o mais violento do ano nas estradas mineiras, superando em 18,2% as mortes do recesso de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro. Entre os dias 21 e 25 de dezembro foram 65 mortos e 750 feridos em 921 acidentes, de acordo com balanço apresentado ontem pelas polícias rodoviárias Federal (PRF) e o Departamento de Meio Ambiente e Trânsito (Dmat) da Polícia Militar. A média foi de 13 mortes por dia. 

(Com informações de Landercy Silva e Paula Sarapu)

Comentários