No Rio, chuva causa alagamentos e morte na Baixada Fluminense

Angra dos Reis e Região Serrana do RJ também sofrem com danos provocados pela água. Em Angra, oito casas desabaram e 100 pessoas estão desalojadas

Alagamento no distrito de Xerém, em Duque de Caxias
Alagamento no distrito de Xerém, em Duque de Caxias (Reprodução / Globonews)
Uma forte chuva atingiu na madrugada desta quinta-feira o distrito de Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ainda chove fraco na região, que permanece em estado de atenção. Segundo informações da Defesa Civil à rede Globonews, um homem morreu durante a enxurrada. O corpo foi encontrado pela manhã na Praça Central de Xerém. Não há mais informações sobre a vítima ou a causa da morte.


A represa local teria se rompido por causa da chuva – informação ainda não confirmada pelos bombeiros. Segundo o jornal Bom Dia RJ, da Rede Globo, ao menos cem pessoas estão desalojadas por causa da enchente. O Rio Saracuna, em Duque de Caxias, transbordou durante a madrugada.
As chuvas fortes também atingem o Sul do estado do Rio de Janeiro. Dois rios transbordaram em Petrópolis, na Região Serrana – palco da tragédia que ceifou mais de 900 vidas em janeiro do ano passado. Houve ainda quatro deslizamentos de terra na região.
A cidade de Angra dos Reis, onde deslizamentos provocados pelas fortes chuvas mataram mais de 50 pessoas em 2010, também sofre com a enxurrada nesta quinta-feira. Segundo a Defesa Civil do município a cidade está em estado de emergência. Oito casas desabaram durante a madrugada e quinze pessoas precisaram ser socorridas. A cidade já contabiliza 100 desalojados, segundo informações do jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo.

Comentários