No Rio, Defesa Civil registra 101 ocorrências após temporal


Locais mais afetados foram Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo.Entre os casos há deslizamento de terra, queda de árvore, entre outros.
A Defesa Civil Estadual registrou 101 ocorrências relacionadas ao temporal que atingiu todo o estado do Rio de Janeiro, na noite desta quinta-feira (17). Segundo informações do órgão, entre os casos há deslizamentos de terra, risco de desabamento de imóveis, quedas de árvores, entre outras. O caso mais grave, diz a Defesa Civil, foi o caso da menina de 13 anos morta após deslizamentoem Niterói, na Região Metropolitana.
Os locais mais afetados foramPetrópolisTeresópolis e Nova Friburgo, na Região Serrana, Miguel PereiraVassouras,Barra Mansa, no Sul Fluminense, Itaguái, São João de Meriti e Belford Roxo, na Baixada Fluminense.


Pneus de veículos estacionados em rua inundada na Lapa ficaram parcialmente cobertos (Foto: Rodrigo Gorosito/G1)Pneus de veículos estacionados em rua inundada na Lapa ficaram parcialmente cobertos (Foto: Rodrigo Gorosito/G1)
Segundo a Defesa Civil, o caso mais grave foi o do município de Niterói, na Região Metropolirtana, onde houve um desabamento no Morro do Palácio, no Ingá, causando a morte de uma adolescente de 13 anos.
Em Mendes, no Sul Fluminense, uma menina também morreu após um deslizamento.  A Defesa Civil do estado informou que a queda da barreira atingiu a casa onde a menina morava com a avó, na Avenida Jabuticabeira, na localidade conhecida como Cinco Lagos.
Tempo permanece instável
tempo ainda continua instável nesta sexta e há possibilidade de chuva forte na região Serrana, Região dos Lagos, no Norte e Noroeste do estado.

Nesta sexta, a temperatura máxima deve atingir os 33°C na Região Metropolitana e 28°C na Região Sul e no Norte do Estado.

Comentários