Obama defende gays em discurso e vira manchete de Folha, Estadão e O Globo


Obama22
Obama entra para a história como o primeiro presidente dos EUA a falar de direitos das minorias em discurso de posse (Imagem: Reprodução/Reuters)
Há quatro anos, jornais do mundo todo repercutiram a eleição do primeiro negro escolhido para comandar os Estados Unidos. Ontem (22), a cerimônia da posse do segundo mandato de Barack Obama é destaque nos principais impressos brasileiros. Desta vez, porém, os veículos enfatizam o discurso de igualdade. Os periódicos ressaltam que esta é a primeira vez que um presidente americano cita e defende as minorias em seu discurso.
A principal manchete da Folha de S. Paulo traz a imagem do governante acima do título “Obama abre 2º mandato com defesa de gays e imigrantes”. O jornal cita que ele defendeu os direitos de mulheres, homossexuais e estrangeiros, comparando suas demandas às do movimento dos anos 1960 pelos direitos civis. Matéria assinada por Luciana Coelho faz uma distinção entre esta fala e a proclamada na cerimônia de quatro anos atrás. “Em contraste com a retórica de união da primeira posse, desta vez o democrata acenou à sua base eleitoral, insistindo na defesa de oportunidades iguais e reafirmando a importância das redes de amparo social, da regulação do sistema financeiro e do investimento em educação”.
Com o mesmo viés, o Estadão destaca na primeira página: “Na posse, Obama promete igualdade”. Abaixo da manchete, há uma imagem da multidão de mais de 600 mil pessoas que marcou presença no evento. O impresso enfatiza que é a primeira vez em um discurso de início de mandato em que um presidente menciona os direitos dos gays. “Para ele, a luta contra as diferenças raciais dos anos 50 e 60, agora, é comparável à dos homossexuais que hoje exigem seus direitos. Obama foi o primeiro líder americano a dar apoio ao casamento entre gays e lésbicas e a mudas a política das Forças Armadas sobre a presença de homossexuais em seus quadros”, escreve a correspondente Denise Chrispim Marin.
O diário carioca O Globo dedica parte de sua primeira página à posse do democrata reeleito. A manchete também cita os direitos das minorias, conforme destacado por Folha e Estadão. “Obama prega igualdade para gays e imigrantes”. O texto traz a defesa por uma agenda progressista e por direitos iguais para as mulheres. Assim, o jornal traz a fala do político. “Nossa jornada não estará completa até que nossos irmãos e irmãs gays sejam tratados como todos os outros perante a lei”, disse Obama. 
O Correio Braziliense aponta que ele “ousou”. Por sua vez, o gaúcho Zero Hora dá menos destaque ao evento e ao pioneirismo na defesa das minorias; o veículo exibe uma foto do dirigente dançando com a primeira-dama Michelle. O Estado de Minas separa o pé da primeira página para o acontecimento e informa que o presidente americano fez “apelo ao Congresso por união, para a aprovação de suas políticas internas, principalmente para a recuperação econômica”.

Comentários