Polícia irá pedir prisão preventiva de mulheres que agrediram idosa

Por Redação, com agências - do Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio irá indiciar pelo crime de tortura e pedir a prisão preventiva das duas mulheres flagradas agredindo uma idosa de 100 anos
Polícia Civil do Rio irá indiciar pelo crime de tortura e pedir a prisão preventiva das duas mulheres flagradas agredindo uma idosa de 100 anos
Polícia Civil do Rio irá indiciar pelo crime de tortura e pedir a prisão preventiva das duas mulheres flagradas agredindo uma idosa de 100 anos, como mostrou o Jornal Nacional. A câmera foi instalada pelo filho da idosa depois que a mãe passou a se queixar de maus tratos. Na gravação ela tenta se levantar do sofá, mas é ignorada pela auxiliar de enfermagem, que está ao telefone e pela cozinheira, que está do outro lado, fazendo as unhas.
De acordo com informações do portal G1, quando a senhora, se levanta, a auxiliar de enfermagem a puxa pela calça. Finalmente, a idosa consegue ficar de pé, se apóia numa cadeira, mas é empurrada pela cozinheira que ainda lhe dá umas palmadas na perna. O que acontece depois é ainda pior. Ao pegar a idosa para colocar na cadeira de rodas, a cozinheira se desequilibra e cai por cima dela.

E em vez de prestar socorro, a funcionária parece gritar com a senhora estendida no chão. Quando o filho telefona para avisar que está subindo, as duas se apressam para acomodar a idosa no sofá. O filho conta que notou que havia algo estranho, após as reclamações da vítima. “A gente começou a desconfiar, quando ela reclamava muito, dizendo que beliscavam ela, que brigavam com ela. E aí, instalamos câmeras disfarçadas.
As funcionárias prestaram depoimento na delegacia e negaram os maus tratos. Mas Catarina Noble, delegada titular da Delegacia Especial de Atendimento às Pessoas da Terceira Idade (DEAPTI), já decidiu que vai pedir a prisão preventiva das duas assim que concluir o inquérito até o fim desta semana. “Não tenho dúvida de que ali houve a prática de um delito considerado tortura. Considerando, evidentemente, a idade da idosa”, diz.
Em novembro do ano passado, outra idosa foi vítima de agressão por parte de uma cuidadora. Na época, o filho da vítima também flagrou Vera Lúcia Gouveia agredindo uma senhora de 87 anos. A mulher foi presa por tortura.

Comentários