Prefeitura de Cabo Frio autoriza feira em local proibido pelo Iphan

Estacionamento da Praia do Forte é usado como espaço para barraquinhas.
Do G1 Região dos Lagos
Continua o impasse entre Prefeitura, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan, e os feirantes de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio de Janeiro. O estacionamento da Praia do Forte voltou a servir de espaço para as barraquinhas, antes do Iphan conceder a autorização. Segundo a Prefeitura, a medida é provisória e emergencial. A decisão da prefeitura não deve ser definitiva, mas agradou aos comerciantes.
Toda a extensão da Praia do Forte é tombada como Patrimônio Histórico e a instalação da feirinha pode comprometer a preservação do local. A estrutura foi montada sem ter uma autorização prévia. Entretanto, a administração da cidade negocia com o Iphan a permanência dos trabalhadores até o carnaval.

No ano passado, o Instituto proibiu a permanência de barracas de alimentação na área porque entendeu que a atividade traria riscos de degradação ao local. Desta vez, a prefeitura aposta que uma exceção será aberta, uma vez que há um projeto de revitalização da orla da Praia do Forte que deve começar ainda este ano.

Comentários