Santuário de Fátima recebe milhares de católicos em busca de esperança


Santuário de Fátima, em Portugal, recebe milhares de visitantes anualmente.
O local se prepara para o centenário das aparições, daqui a quatro anos.
André Luiz Azevedo
Fátima, Portugal
A grande esplanada é o local das maiores celebrações e para qualquer lado que se olhe há um símbolo de fé. A primeira grande construção foi a basílica, com a torre alta para ser vista ao longe. É lá onde estão enterradas as três crianças pobres portuguesas que ficaram conhecidas como os três pastorinhos de Fátima: Francisco, Jacinta e Lúcia.

O santuário está se preparando para o centenário das aparições que vai ser comemorado daqui a quatro anos. A nova basílica, inaugurada em 2007, pode receber até nove mil pessoas. Ela é usada principalmente nos cultos do verão, que atraem mais gente. O diretor de Fátima explica que o templo se baseou em uma das mensagens que nossa senhora teria passado aos três pastorinhos: a da adoração à mãe de Jesus.
O capelão de Fátima leva nossa equipe até a árvore chamada “A Grande Azinheira”. É o local onde estavam os três pastorinhos quando Nossa Senhora teria aparecido para eles, em 1917. A igreja reconheceu a história como verdadeira.
O primeiro pedido da mãe de Jesus teria sido para que se erguesse uma pequena capela, que existe até hoje. É uma construção simples, mas o centro de adoração para quem vai à Fátima.
Demonstrações de fé não faltam. No alto da esplanada, duas mulheres começam a descer em direção à capelinha. Mãe e filha estão de joelhos.
O capelão diz que a mensagem de Nossa Senhora de Fátima continua atual, por isso atrai tanta gente. “Sua mensagem é uma mensagem de esperança para o mundo. No mundo onde tantas vezes há escuridão, onde vemos tanto mal que acontece, o homem precisa de mais esperança e aqui esta esperança sente-se mais forte. As pessoas vêm aqui à Fátima porque confiam na mãe, confiam em Maria

Comentários