Violência contra profissionais de comunicação faz mais uma vitima

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) lamenta o assassinato de mais um profissional da comunicação, o radialista Renato Machado, sócio da Rádio Barra FM, do município de São João da Barra (RJ). De acordo com informações veiculadas pela imprensa, o profissional foi atingido por vários tiros, na porta da emissora, na noite de terça-feira (08/01/13).


A FENAJ solidariza-se com os familiares, amigos e colegas de trabalho do radialista, ao mesmo tempo em que se soma às entidades que já manifestaram pedindo a apuração rigorosa do caso, com a identificação e punição dos culpados.

A FENAJ lembra que, em 2012, onze profissionais da comunicação foram assassinados, dois quais quatro eram jornalistas e sete eram radialistas ou donos de pequenos veículos de comunicação.

Os assassinatos de jornalistas e outros profissionais da comunicação, além de atentado à vida, são também crimes contra a liberdade de expressão e o direito à informação. São, portanto, crimes que não podem ficar impunes, sob pena de prejuízos à democracia e ao pleno exercício da cidadania do povo brasileiro.

Brasília, 9 de janeiro de 2012.
Diretoria da Federação Nacional dos Jornalistas
.

Comentários