Bola de fogo é vista no céu da Califórnia (EUA)


Uma bola de fogo foi vista na noite desta sexta-feira (15) no céu da Califórnia (EUA). A informação é da rede de TV americana "NBC". O caso aconteceu no mesmo dia que um asteroide passou bem próximo da Terra. Horas antes, um meteoro havia caído nos Montes Urais (Rússia) e deixou mais de mil pessoas feridas.
mpliar

Meteoro explode no céu da Rússia24 fotos

16 / 24
o rastro do meteorito é visto sobre um prédio residencial na cidade de Tcheliabinsk, Rússia. Quase mil pessoas ficaram feridas 


De acordo com a emissora de TV, moradores de várias partes da Califórnia contaram ter visto uma bola de fogo no céu indo em direção ao chão por volta das 19h45 (horário local). A "NBC" afirma ter ouvido relatos de pessoas das cidades de Fairfield, Gilroy, Sacramento, Newark, Walnut Creek e Santa Helena.
Uma moradora da cidade de San Jose contou o que viu ao canal de TV. "Era algo de um verde brilhante quando apareceu pela primeira vez. Depois [o objeto] mudou de cor para um amarelo brilhante. Foi incrível!", falou Candice Guruwaiya.

ENTENDA A DIFERENÇA

AsteroideObjeto rochoso, relativamente pequeno e inativo, que orbita o nosso Sol
MeteoroideSobras de asteroides ou cometas que orbitam o nosso Sol
MeteoroFenômeno que ocorre ao longo da atmosfera da Terra e deixa um rastro de luz no céu
MeteoritoQuando um meteoroide ou um asteroide resistem à passagem pela atmosfera terrestre e atingem o solo do nosso planeta, ele é classificado como um meteorito
CometaObjeto de gelo relativamente pequeno, mas muitas vezes ativo, que tem cauda de gás e poeira
  • Fonte: Othon Winter, professor e pesquisador de trajetórias espaciais da Unesp (Universidade Estadual Paulista), e Nasa (Agência Espacial Norte-Americana)
A bola de fogo foi vista no mesmo dia em que um asteroide com cerca de 45 metros de diâmetro e 130 mil toneladas passou sem causar danos perto da Terra nesta sexta-feira. Horas antes, um meteorito muito menor e inesperado caiu na Rússia, provocando pânico e causando mais de mil feridos.
Especialistas entrevistados pela "NBC" explicam que não há relação entre a bola de fogo e os outros dois fenômenos. O astrônomo Gerald McKeegan, do Centro de Estudos de Espaço e Ciência Chabot, em Oakland, disse que não viu a bola de fogo, mas com base nos relatos, acredita ter sido um meteoro "esporádico", que pode passar várias vezes ao dia. O pesquisador explicou que meteoros esporádicos trazem cerca de 15 mil toneladas de detritos espaciais à Terra a cada ano.

Meteoro causa pânico na Rússia


Mais de mil pessoas ficaram feridas depois de um meteoro passar sobre a região russa de Tcheliabinsk, nos montes Urais. Segundo a ministra regional de saúde, Marina Mokvicheva, os feridos foram atingidos por vidros estilhaçados e desabamentos decorrentes da onda de choque da explosão.
O objeto de dez toneladas que causou o estrago passou a cerca de 80 quilômetros da cidade de Satki, no distrito de mesmo nome, por volta das 9h20 locais (1h20 de Brasília) e se desintegrou. A Academia de Ciências da Rússia disse em uma declaração horas após a queda que o meteoroide chocou-se com a atmosfera da Terra a uma velocidade de pelo menos 54 mil quilômetros por hora e explodiu a cerca de 30-50 km acima do solo.
Testemunhas relataram aos jornais russos "Moskovskij Komsomolets" e "Kommersant Online" terem visto um forte clarão no céu sobre os montes Urais. Um morador de Tcheliabinsk chegou a descrever a imagem como a explosão de uma bomba nuclear. Ao clarão, se seguiu uma forte explosão que chegou a quebrar janelas, relatou o morador.

Asteoride passa perto da Terra sem provocar danos

Um asteroide que era acompanhado de perto por cientistas, com cerca de 45 metros de diâmetro e 130 mil toneladas, passou sem causar danos perto da Terra esta sexta-feira.
Imagens ao vivo de um telescópio situado no Observatório Gingin, no oeste da Austrália, mostraram o asteroide com forma similar a uma listra branca alongada movendo-se por um céu completamente escuro.

VEJA IMAGENS DA PASSAGEM DO ASTEROIDE

Os astrônomos afirmaram que a velocidade e a proximidade do asteroide dificultaram ainda mais seu acompanhamento, já que os telescópios tiveram que ser direcionados de uma forma muito precisa que multiplicava o risco de perdê-lo de vista.

Chamado 2012 DA 14, o asteroide passou a 27.000 km da Terra no momento da sua aproximação máxima - um décimo da distância entre a Terra e a Lua -, por volta das 19h25 GMT (17h25 de Brasília), anunciou a Nasa.
Pesando 135 mil toneladas, o asteroide poderia ter destruído uma grande cidade, caso houvesse caído no nosso planeta. "É o maior objeto detectado por cientistas a se aproximar da Terra", anunciou a agência espacial americana. (Com jornais internacionais)

Meteoro passa pelo céu da Rússia - 8 vídeos

Comentários