Deixo de ser papa "pelo bem da Igreja", diz Bento 16 em sua primeira aparição pública



Pontificado de Bento 16200 fotos

1 / 200
13.fev.2013 - Fiéis se preparam para audiência semanal com o papa Bento 16 no Vaticano Filippo Monteforte/AFP
O papa Bento 16 disse nesta quarta-feira (13), em sua primeira aparição pública após o anúncio de sua renúncia ao pontificado, que decidiu deixar de ser papa "pelo bem da Igreja".
"Queridos irmão e irmãs, como sabem, decidi renunciar ao ministério que o Senhor me confiou em 19 de abril de 2005. Faço isso em plena liberdade pelo bem da igreja, depois de ter rezado muito e após examinar minha consciência diante de Deus", declarou Bento 16 diante de um salão lotado com cerca de 10 mil pessoas no Vaticano, onde foi ovacionado.


"Me dá apoio e me ilumina a certeza de que a igreja é de Cristo, ao qual não lhe faltará seu guia e seu cuidado. Obrigado a todos pelo amor e pelas orações com que vocês me acompanham. Continuem rezando pelo papa e pela igreja", concluiu.
Ainda nesta quarta-feira, o papa vai celebrar a missa da Quarta-Feira de Cinzas na Basílica de São Pedro, em vez de numa igreja menor de Roma onde estava prevista, para que mais pessoas possam comparecer.

Ampliar

Acompanhe a trajetória do papa Bento 1659 fotos

1 / 59
1938 - O garoto Joseph (à esq.), o irmão, Georg, a mãe, Maria, a irmã, também Maria, e o pai, Josef, em foto familiar KNA/Reuters

Comentários