Peruanas presas por estelionato continuam em delegacia de Búzios

Mulheres precisam de identidade, que não foram apresentadas.
Presas devem ser levadas para uma das unidades prisionais, na capital.

As três peruanas que foram presas em Armação dos Búzios, acusadas de aplicar golpes em lojas, ainda não foram transferidas e continuam detidas na delegacia da cidade. Na próxima quarta-feira (27), as mulheres devem ser levadas para uma das unidades prisionais, no Rio de Janeiro.
Do Globo.com
Segundo o delegado Marcelo Cunha Vieira, como as peruanas estavam portando apenas os passaportes e antes da transferência, é preciso providenciar as carteiras de identidade, que não foram apresentadas.
Segundo a polícia, elas teriam utilizado cartões de crédito roubados para fazer compras em lojas de marcas famosas da cidade. Toda vez que um pagamento era feito, a dona de um dos cartões recebia um torpedo no celular com um aviso da compra, o que ajudou na identificação das acusadas.
Na noite da última quinta-feira (21), Maria Isabel Arias Rios de Lora, Soledad Georgina Aniceto Ramos e Jeny Susi Manrique Astudilho, entraram em pelo menos três lojas, todas de marcas famosas. Em uma delas, as estrangeiras apresentaram não só o cartão da vítima, como também a identidade com a foto trocada.
Com as três mulheres que tem 37, 50 e 52 anos foram encontrados cartões de crédito roubados e dinheiro. Com um dos cartões roubados, as peruanas gastaram cerca de R$ 7 mil. Elas vão responder por estelionato e formação de quadrilha.

Comentários