Campeão Botafogo estreia contra o Quissamã na Taça Rio


Clube estreia sem o zagueiro Bolívar, poupado por desgaste físico

Por Gazeta Press
Após o título da Taça Guanabara, Botafogo estreia na Taça Rio sem pensar em tirar o pé
Após o título da Taça Guanabara, Botafogo estreia na Taça Rio sem pensar em tirar o pé / Crédito: 
Fernando Soutello/AGIF
Ainda comemorando a conquista da Taça Guanabara, o Botafogo estreia na Taça Rio neste sábado (16), às 18h30 (de Brasília), enfrentando o Quissamã, caçula do Campeonato Carioca, no Engenhão. O time alvinegro já está garantido na final do estadual, mas pretende ser campeão carioca sem a necessidade de uma decisão. Para que isso aconteça, precisa erguer também a Taça Rio, repetindo o feito de 2010.


A conquista do segundo turno realmente parece ser uma prioridade em General Severiano. Tanto o técnico Oswaldo de Oliveira, como os jogadores, garantem que não haverá acomodação por conta do título da Taça Guanabara.
"Não temos motivos para tirarmos o pé e não lutarmos pelo título da Taça Rio. Estamos focados no Campeonato Carioca porque é a única competição que estamos disputando e vamos batalhar pelo título. Em 2010 entramos com esse mesmo empenho depois de ganharmos a Taça Guanabara e fomos campeões estaduais sem final. Aquilo me marcou muito e gostaria que voltasse a acontecer", disse o goleiro Jefferson, que juntamente com o zagueiro Antônio Carlos, é o único remanescente daquela conquista.
Se a conquista da Taça Rio é realmente uma prioridade, os jogadores entendem que começar a competição com um triunfo é fundamental para a sequência do trabalho e para dar ainda mais confiança a todos.
"O Botafogo sabe que é importante sempre vencer, independentemente de ter sido campeão na semana passada. Isso porque as cobranças sempre irão existir. Portanto, é importante largamos bem na Taça Rio e começarmos a encurtar a distância para a classificação para as semifinais. Dessa vez a competição é ainda mais curta que a Taça Guanabara, uma vez que jogamos dentro do próprio grupo. Não dá muito para tropeçar", disse o meia Lodeiro, lembrando que na Taça Rio as equipes se enfrentam dentro dos próprios grupos e os dois primeiros colocados avançam para as semifinais. Botafogo e Quissamã integram o Grupo A.
"Temos que estar ligados, pois o Quissamã com certeza vai entrar em campo motivado e disposto a jogar a própria vida para conseguir surpreender o Botafogo. Agora todos vão querer tirar algo do campeão e não podemos vacilar. Vamos precisar entrar em ação com a mesma motivação do adversário ou até maior, senão as coisas podem se complica", completou Oswaldo de Olivera.
Em termos de escalação, Oswaldo de Oliveira decidiu preservar o zagueiro Bolívar, desgastado fisicamente, pois participou dos dez jogos do time na Taça Guanabara. Assim, André Bahia começará jogando ao lado de Dória.
Pelo lado do Quissamã, o técnico Gabriel Vieira, que foi goleiro do Botafogo nas décadas de 80 e 90, pretende manter o bom trabalho desenvolvido na reta final da Taça Guanabara, quando o time conquistou cinco dos seis pontos que ganhou ao longo do primeiro turno. Ele aposta também no período de treinos que seus comandados tiveram para este compromisso.
"Estamos em uma crescente dentro do Campeonato Carioca, depois de um mau começo, quando os resultados não ajudaram. Tenho convicção de que os jogadores sabem que podemos conquistar o nosso objetivo, que é permanecer na elite do futebol carioca. Dificuldades sempre vão existir, mas estamos dispostas a superá-las", disse. "O Botafogo tem um grande time e jogadores consagrados. Mas nós sabemos até onde podemos ir com obediência tática e dedicação. Se fizermos uma grande partida temos plenas condições de pontuar no Engenhão e ter um bom começo", encerrou.
A equipe do Quissamã é praticamente a mesma que terminou o primeiro turno, já que o orçamento para contratações de impacto é muito pequeno e a prioridade é apenas se manter na Primeira Divisão.
FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X QUISSAMÃ
Local: Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de março de 2013 (Sábado)
Horário: 18h30(de Brasília)
Árbitro: Wagner Rosa (RJ)
Assistentes: Eduardo Souza Couto (RJ) e Silbert Sisquim (RJ)
BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, André Bahia, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Fellype Gabriel, Seedorf e Lodeiro; Rafael Marques. Técnico: Oswaldo de Oliveira
QUISSAMÃ: Ricardo, Bruno Reis, Michel, Juan e Thiago Reis; Cleiton, Juninho, Léo Miranda e Marcelinho; Fabrício e Thiago Trindrade. Técnico: Gabriel Vieira

Comentários