Carnaval dos cães atrai dezenas de pessoas e animais à Raul Lopes


Apipa Folia é realizado pelo segundo ano consecutivo na Avenida Raul Lopes.
Entidade de proteção aos animas realizou o evento para arrecadar donativos.

Regis Baztazini e Zeneide Rodrigues acharam o cãozinho Ariel e estão com ele há mais de cinco meses (Foto: Pedro Santiago/G1)
Regis Baztazini e Zeneide Rodrigues acharam o cãozinho Ariel e estão com ele há mais de cinco meses (Foto: Pedro Santiago/G1)
A 2ª edição do Apipa Folia reuniu dezenas de pessoas e cães neste domingo (3) na Avenida Raul Lopes. Segundo Daniela Ramos, vice-presidente da Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais (Apipa), o objetivo do evento é juntar pessoas que gostam de animais e arrecadar ração, material de limpeza e medicamentos. “Além da confraternização entre animais e pessoas, conseguimos engajar as pessoas na causa de defesa aos animais”, afirma Daniela.

Causa que vem ganhando muitos adeptos como o casal  Regis Baztazini e Zeneide Rodrigues. “Acho importante esse tipo de iniciativa para que as pessoas se conscientizem  de que os animais tem direitos e que eles têm que ser respeitados”, afirma Regis.

O casal é dono da cachorra Jade, que foi achada em péssimas condições no meio da rua. “Nós a pegamos há cinco meses em estado deplorável. Ela não andava e estava toda ferida. Fomos à Apipa pedir orientação e depois a levamos ao veterinário. Hoje ela sadia e feliz”, relata Zeneide.

A técnica em enfermagem Gleiciane de Sousa e o optometrista Ruimar Oliveira são donos do cão Ariel, de nove meses, que tem apenas três membros. Segundo eles o animal foi achado com pouco dias de vida em um lixão. “Ele estava quase morto quando foi achado e levado para a Apipa. Lá eles cuidaram dele, mas infelizmente tiveram que amputar uma perninha dele. A Associação divulgou a história do Ariel pelo Facebook, eu entrei em contato  e disse que queria adotá-lo”, diz a profissional em saúde.

Gleiciane de Sousa e Ruimar Oliveira adotaram o cão Ariel junto a Apipa (Foto: Pedro Santiago/G1)Gleiciane de Sousa e Ruimar Oliveira adotaram o cão Ariel junto a Apipa (Foto: Pedro Santiago/G1)
Atualmente com nove meses de vida, Ariel era um dos cachorros que mais chamavam a atenção no calçadão da Avenida Raul Lopes. Sem coleira ou corrente, o cão era admirado por várias pessoas. "Eu sempre quis adotar um cachorrinho e graças a Deus deu certo. Meu marido sempre apoiou e hoje acho que ele gosta até mais do que eu do Ariel", conta Gleiciane.

APIPA
A Apipa conta atualmente com 68 cães e mais de 300 gatos abrigados em sua sede física e possui ainda outros animais em tratamento em clínicas veterinárias de Teresina ou em recuperação em lares adotivos. Os animais da Apipa estão disponíveis para adoção, sendo que os interessados devem apenas assinar um termo de responsabilidade no ato da adoção se comprometendo com o bem-estar do animal adotado.


Comentários