Em Cabo Frio, menino prodígio é ouro e bronze na Olimpíada Brasileira de Física



O estudante da rede municipal de ensino de Cabo Frio, Bruno Fonseca Rosa, de 14 anos de idade, foi um dos premiados na Olimpíada Brasileira de Física que teve 1,2 milhão de inscritos dos ensinos Fundamental e Médio do Brasil. Bruno ganhou medalha de ouro estadual e bronze nacional. Ele disputou com 56 mil alunos do Estado do Rio de Janeiro e obteve notas altas em uma prova objetiva e outra discursiva - além de experiências de Física.

O estudante disputou a Olimpíada Brasileira de Física no segundo semestre de 2012 - competindo pelo 9º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Vereador Leaquim  Schuindt.
O garoto, tímido e tranquilo, é morador do Jardim Esperança e recebeu treinamento da professora de Matemática Renata Domingos, dinamizadora da sala de leitura da escola, que fez questão de destacar a dedicação do aluno: “Bruno é um garoto de ouro e bronze. Ele se preparou muito bem e mostrou que tem talento e inteligência de sobra. Esse vai longe!”, comentou.
Ela também afirmou que os professores têm um papel fundamental no processo educacional, descobrindo talentos e revelando-os para o mundo.  “Depende de cada um de nós mostrar o valor das escolas públicas. Temos que arregaçar as mangas e trabalhar com afinco. É preciso fazer a luz interior desses garotos brilhar intensamente. Devemos nos esforçar ao máximo para conseguir o sucesso juntos com nossos alunos.”
A cerimônia de premiação aconteceu na última quinta-feira (14), na Capela Ecumênica do campus Maracanã da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). O Estado do Rio de Janeiro levou 20 medalhas de ouro, 20 de prata e 10 de bronze.
Bruno Fonseca Rosa foi um dos poucos representantes das redes municipais e estadual de Ensino do Rio, já que a esmagadora maioria dos premiados são dos Colégios Naval de Angra dos Reis e do Colégio Militar do Rio de Janeiro; além de colégios particulares onde estudam alunos de privilegiada situação socioeconômica.
O jovem Bruno vai completar 15 anos em breve e já sonha com voos mais altos: ele quer ingressar  na Aeronáutica e , para isso, dedica-se em tempo integral aos estudos. Calmo e com jeitinho tímido, Bruno - que atualmente cursa o 1º ano do Ensino Médio na Escola Municipal Elza Maria Bernardo no Jardim Esperança -, diz que as provas exigiram muita preparação.
“Eu tive que treinar bastante para interpretar as questões corretamente. Usei toda a minha concentração para resolver os exercícios e cálculos. A professora me ajudou demais com exercícios antes das provas”, finalizou o pequeno Einstein.
Dona Wilma Fonseca, mãe de Bruno, ficou muito orgulhosa de seu jovem "gênio da Física".  “Estou super feliz e emocionada. Meu filho é meu tesouro, meu orgulho!”, disse.
Já a diretora da Escola Municipal Vereador Leaquim Schuindt, situada no Jardim Esperança, Cláudia Teresinha Araújo, ressaltou que as medalhas conquistadas por Bruno derrubam o mito de que as escolas públicas oferecem ensino inferior.
“Hoje tivemos a prova de que muitas escolas públicas se destacam e têm qualidade em seu corpo docente e de apoio. Uma boa direção faz toda a diferença, uma direção comprometida com a disciplina consegue obter grandes vitórias. O nosso objetivo é fazer com que os alunos busquem melhores caminhos para suas vidas. Estamos na escola para trabalhar e provar que a escola pública tem valor e pode ser de qualidade,  basta todo mundo se empenhar e o aluno querer.”

Comentários