Exclusivo! As provas da fraude na votação dos vetos dos royalties

Blog do Garotinho

No círculo amarelo o deputado Zoinho presente no início da sessão, mas que viajou para o Rio antes da votação
No círculo amarelo o deputado Zoinho presente no início da sessão, mas que viajou para o Rio antes da votação
Não sou leviano e comigo é tudo sempre transparente, por isso vocês vão ter acesso agora à prova documentada e inquestionável de que a votação de ontem no Congresso Nacional foi uma FRAUDE que estou desmascarando agora. F-R-A-U-D-E!
E será a desmoralização completa do Legislativo se a sessão de ontem não for anulada. Uma ação já corre no Supremo Tribunal Federal, anterior à descoberta da fraude na votação.
O deputado Zoinho (PR - RJ) de fato como podem ver na foto acima, estava presente no início da sessão, mas por ter um problema pessoal inadiável me pediu que o liberasse da votação para viajar para o Rio de Janeiro. Vejam a cópia do cartão de embarque do deputado marcando que o vôo saiu às 21h26m de Brasília com chegada ao Galeão às 23h10m. 

Pois bem confiram agora as notas taquigráficas da sessão de ontem e observem que o presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros abriu a votação exatamente às 23h22m, portanto quando o deputado Zoinho já estava no Rio de Janeiro, e não poderia evidentemente votar. 
Por esse motivo protocolei um pedido na Mesa Diretora do Congresso Nacional recebido pela diretora-geral Cláudia Lyra onde solicito a cópia da lista de votação (vide abaixo o meu ofício protocolado). 
Garotinho entrega ofício à diretora-geral da mesa diretora do Congresso Nacional sob o olhar atento dos fotógrafos (Foto de André Couto)
Garotinho entrega ofício à diretora-geral da mesa diretora do Congresso Nacional sob o olhar atento dos fotógrafos (Foto de André Couto)



Junto com a minha assessoria jurídica estou estudando as medidas legais cabíveis, mas isso é um achincalhe, como se não bastasse o "imperador" Renan Calheiros passar por cima do regimento interno, desrespeitar as prerrogativas dos parlamentares, ainda por cima houve falsificação da assinatura de um deputado, isso é fraude, é crime, e tem que ser apurado, e se por acaso foi algum parlamentar que praticou a fraude tem que perder o mandato por isso é quebra do decoro.

É uma vergonha para o Congresso Nacional que leva a assinatura de Renan Calheiros, que como eu disse em discurso na sua frente - não foi pelas costas - não é digno do cargo que ocupa. Vou até às últimas consequências. 
http://www.blogdogarotinho.com.br/lartigo.aspx?id=13286

Comentários