Justiça proíbe estreia de peça baseada no caso Isabella Nardoni




Espetáculo \"Edifício London\" entraria em cartaz na noite de ontem (2)
O desembargador Fortes Barbosa, da Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferiu na sexta-feira, dia 1º, a decisão de proibir a estreia de “Edifício London”, peça teatral baseada no caso Isabella Nardoni. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
A obra foi escrita por Lucas Arantes e tem como inspiração o crime da menina de 5 anos de idade que foi morta após ter sido atirada da janela do edifício London, em São Paulo, no ano de 2008. O pai da garota, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Ana Carolina Jatobá, foram condenados e cumprem pena pelo crime.
A decisão foi tomada após ação proferida pelos advogados de Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabella Nardoni. A peça estrearia às 23h59 de sábado, dia 2.
Em nota, a companhia de teatro Os Satyros, responsável pela peça, afirmou que adotará “todas as medidas necessárias” para fazer valer o preceito da liberdade de expressão. O grupo também informou que irá reembolsar os clientes que adquiriram ingressos.

Comentários