Polícia investiga caso de agressão entre alunas em escola de Cabo Frio


Agressão foi gravada por estudantes; pai registrou boletim de ocorrência.
Conselho Tutelar e polícia acompanham o caso; aluna mudou de escola.

Do G1 Região dos Lagos2 comentários

Um Caso de agressão entre duas alunas da Escola Municipal Wanda Pereira Roque, no segundo distrito de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio de Janeiro, é investigado pela polícia e pelo Conselho Tutelar. A briga aconteceu na terça-feira (19), em uma rua próxima à escola e foi gravada por estudantes.
O pai de uma das alunas registrou boletim de ocorrência na delegacia da cidade, entre as agressoras estariam uma colega de escola junto com mãe e duas irmãs da estudante. O pai da menor que foi agredida disse que ela teve fraturas nas costelas, e em várias partes do corpo.


Segundo o pai da aluna, o desentendimento entre as duas começou na sexta-feira (15), o delegado de Cabo Frio, confirmou que o vídeo foi anexado à denúncia, todos os envolvidos serão chamados para prestar depoimento.
De acordo com o Conselho Tutelar de Tamoios, a família que aparece agredindo a menina tem outros históricos de problemas envolvendo menores, e a mãe já teve passagem pela polícia. A presidente do conselho informou, que aguarda o resultado do exame de corpo de delito para finalizar um relatório que será encaminhado à polícia.
Ainda de acordo com a representante do conselho, casos de briga e agressões entre alunos têm sido comuns na escola. Já a Secretaria de Educação de Cabo Frio informou que uma sindicância foi aberta para apurar os fatos. Disse ainda, que uma das menores envolvidas na briga foi transferida para outra escola da rede municipal, e que faz o ano todo atividades de conscientização para evitar casos de agressão.

Comentários