Bom dia! Vamos com as notícias em destaque nos principais jornais deste sábado, 20 de abril. Em Cabo Frio, “Academia da Dignidade” abre inscrições em seis pólo. A partir desta segunda-feira, os moradores já podem se inscrever para participar das aulas no Ginásio Poliesportivo Alfredo Barreto, Tamoios, Jacaré, São Cristóvão, Jardim Esperança e no Manoel Corrêa. As academias oferecem aulas gratuitas de musculação, proporcionando aos moradores qualidade de vida a partir da adoção de uma política preventiva de saúde.







Folha de S.Paulo
O Estado de S.Paulo
Maduro assume presidência e propõe diálogo à oposição
O Globo
23 horas de perseguição: Com Boston sitiada, FBI mata um suspeito e prende o irmão
Correio Braziliense
Caçada implacável
Estado de Minas
Copa vai encurtar férias de janeiro
Zero Hora
O terror revivido: Um suspeito morto e outro preso nos EUA
*
Veja
Vida de Rainha: Uma investigação do Planalto mostra como Rosemary Noronha se esbaldava com o poder que recebia de Lula
Época
Terror na maratona de Boston: E se fosse na Copa?
Carta Capital
Bancada de Deus
*
Jornais internacionais
The New York Times (EUA)
Segundo suspeito é capturado após caçada humana que paralizou Boston
The Guardian (Reino Unido)
Polícia investiga ligação de irmãos com a Chechênia em atentados de Boston
Le Monde (França)
Camarões: Família de sete franceses é libertada
El País (Espanha)
Caça humana em Boston
Clarín (Argentina)
Pedraza é condenado a 15 anos por crime de Ferreyra
O Globo
Manchete: 23 horas de perseguição: Com Boston sitiada, FBI mata um suspeito e prende o irmão
Caçada a jovens muçulmanos, de origem chechena, mobiliza os EUA.

Família se surpreende com o envolvimento dos dois, que moravam há cerca de dez anos no país e estavam legalizados.

O mais velho dizia não entender os americanos.

Um forte aparato policial e militar sitiou toda a região de Boston, transformando-a numa metrópole-fantasma, para caçar a dupla suspeita de ser a maior ameaça terrorista ao país desde o 11 de Setembro: os irmãos Tamerlan e Dzhokar Tsarnaev, muçulmanos de origem chechena, acusados do atentado na Maratona de Boston. No cerco, que começou na noite de quinta-feira, Tamerlan, de 26 anos, foi morto durante um tiroteio, segundo a polícia. Após quase 23 horas de perseguição, seu irmão Dzhokar foi capturado no interior de um barco no quintal de uma casa na cidade de Watertown e levado para um hospital. Os irmãos moravam há cerca de dez anos nos EUA, e estavam legalizados. Tamerlan lutava boxe, dizia não ter amigos americanos e abandonara o curso de engenharia. Seu irmão, que trabalhou como salva-vidas, iniciava a faculdade de medicina e era descrito como alegre. O suposto envolvimento no atentado surpreendeu a família. Os pais, na Rússia, disseram que houve armação do FBI. Já o tio, segundo quem Tamerlan telefonou e pediu desculpas, se disse envergonhado. (Págs. 1 e 30 a 34)



Maduro assume com boicote da oposição
O presidente Nicolás Maduro tomou posse sem a presença da oposição, que comemorou a decisão do CNE de auditar 46% dos votos. Mas este processo deverá levar um mês e é pouco claro o que acontecerá, já que a oposição tem 15 dias após as eleições para pedir a impugnação das mesas. Diante de presidentes, como Dilma e Ahmadinejad, do Irã, Maduro minimizou a checagem, que classificou como "um capricho da burguesia". (Págs. 1 e 35)
País à deriva: Itália agora sem presidente e sem 1º ministro
Mais votado para premier, Pier Luigi Bersani não conseguiu formar governo. Ontem, ele renunciou como líder da centro-esquerda, depois que seus partidários não votaram em seu candidato presidencial. O país está sem premier e sem presidente. (Págs. 1 e 35)
A ementa do julgamento: STF: José Dirceu organizou mensalão
A ementa do julgamento do mensalão, divulgada pelo STF, atesta que o ex-ministro José Dirceu (PT) participou da organização e do controle do esquema. (Págs. 1 e 3 e 4)
Uso de drogas: Conselho já debate descriminalização
O Conselho de Políticas sobre Drogas (Conad), vinculado ao Ministério da Justiça, discute descriminalização do uso de drogas e liberação da maconha para uso médico. (Págs. 1 e 6)
Crimes na Saúde: Hospitais: rombo de R$ 48 milhões
Contratos irregulares envolvendo 35 empresas e 36 servidores provocaram um rombo de R$ 47,8 milhões nas contas de seis hospitais federais no Rio. (Págs. 1 e 10)
Efeitos da crise: Mantega defende controle de capital
O ministro da Fazenda vai dizer hoje em Washington que os países emergentes devem poder controlar o fluxo de dólares que chega. (Págs. 1 e 23)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Maduro assume presidência e propõe diálogo à oposição
Presidente da Venezuela pediu ajuda a investidores brasileiros; conselho eleitoral auditará mais 46% das urnas.

Nicolás Maduro tomou posse ontem como presidente da Venezuela em cerimônia repleta de referências a seu mentor, Hugo Chávez, relata o enviado Felipe Corazza. Maduro pediu ajuda a investidores internacionais, citando particularmente o Brasil, para tentar melhorar a fragilizada economia local, um dos maiores problemas que enfrentará. O novo presidente voltou a acusar os opositores de planejar um golpe. Ele, no entanto, propôs o diálogo a Henrique Capriles, candidato da oposição, que contesta o resultado das eleições de domingo. A presidente Dilma Rousseff assistiu ao ato de posse, realizado na Assembleia Nacional, em Caracas. Dilma falou à imprensa na chegada à cidade e comentou a reunião da Unasul que reconheceu Maduro como presidente. A presidente elogiou o documento final do encontro que, segundo ela, “reitera os compromissos da Unasul com os processos democráticos”.

Verificação de votos
O Conselho Nacional Eleitoral reforçou que a auditoria nos votos não é uma recontagem, mas ampliação para 100% do processo de verificação já feito em 54% das urnas. (Págs. 1 e internacional A24)

STF reitera em documento que Dirceu chefiou mensalão
O STF publicou ontem resumo do julgamento do mensalão com as conclusões da Corte sobre o processo que condenou 25 dos 40 denunciados pelo Ministério Público. O documento reitera que o ex-ministro José Dirceu “organizou” e “controlou” o esquema. Para a Corte, a cassação dos mandatos dos deputados condenados é “pena acessória”, prevista na Constituição, e não caberia ao Congresso interferir. (Págs. 1 e nacional A4)
Exportação de manufaturados tem queda de 8,2%
A exportação de produtos manufaturados tem queda de 8,2%

A exportação de produtos manufaturados cai 8,2% no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2012. A venda está sendo prejudicada pelas barreiras comerciais e baixo crescimento da Argentina, pelo recuo de quase 45% na exportação de combustível e pela já conhecida falta de competitividade da indústria brasileira. (Págs. 1 e economia B1)

Polícia mata 1 acusado de ataques e caça outro
A polícia de Massachusetts lançou uma caçada em Watertown ao suspeito do atentado de Boston, que deixou 3 mortos e 176 feridos. Dzhokhar Tsarnâcv, de 19 anos, escondeu-se na cidade de madrugada após seu irmão Tamerlan, de 26 anos, ser morto por seguranças do Massachusetts Institute of Technology (MIT), informa Denise Chrispim Marin. Os irmãos, muçulmanos nascidos na Chechênia, passaram a ser procurados após serem vistos em um vídeo. O brasileiro Gilberto Tercetti Junior conversou com Dzholchar no dia do ataque e disse que ele parecia estar drogado. (Págs. 1 e internacional A14 e A18)
Gustavo H. B Franco: Tomates, pepinos e juros
O aumento dos juros é o recurso que sobra quando o governo se abstém de tratar das coisas fundamentais ou conduz de forma equivocada. (Págs. 1 e economia B5)
Rolfkuntz: Um país fora do ritmo
O avanço brasileiro deve continuar mais lento que o de vários países latino-americanos. Todos bateram o Brasil com folga desde 2010. (Págs. 1 e espaço aberto A2)
Notas & informações: Crescendo menos
O que preocupa o FMI são gargalos da infraestrutura, que pedem comprometer o crescimento. (Págs. 1 e A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense
Manchete: Caçada implacável
Ação policial, como só se vê em filme, mata um e prende outro suspeito de atentado em Boston.

Milhões de pessoas acompanharam ontem ao vivo, via redes de tevê, a maior caçada humana já deflagrada por forças de segurança nos EUA. Foram quase 24 horas de perseguição aos irmãos de origem chechena Tamerlan Tsarnaev, 26 anos, e Dzhokhar Tsarnaev, 19, os dois suspeitos do atentado que matou três pessoas e deixou mais de 100 fendas, na segunda-feira, no fim da maratona de Boston. Estudante de engenharia, Tamerlan foi morto ainda na madrugada da sexta-feira no campus do MIT, um dos principais institutos de tecnologia do mundo. Mas a captura de Dzhokhar, que faz medicina em Massachusetts, só chegaria ao fim à noite, após varredura policial casa a casa, até a localização, o cerco e a prisão dele em Watertown, subúrbio de Boston, depois de um morador avisar a polícia que havia um homem ferido escondido num barco no jardim de casa. (Págs. 1 e 18 a 20)

Venezuela: Posse de Maduro não reduz a crise
À espera da recontagem de votos, oposição vê o chavista assumir o poder com apoio de líderes da América Latina. (Págs. 1 e 21)
Acórdão aperta cerco aos réus do mensalão
O STF divulgou ontem resumo do julgamento. Na segunda-feira, o tribunal publica a íntegra do acordão que apontou o petista José Dirceu como chefe do esquema criminoso. A defesa terá 10 dias para recorrer. (Págs. 1 e 2 e 3)
Morte de índios será investigada
A Comissão da Verdade vai apurar violações e atrocidades cometidas pela ditadura, citadas em relatório de 1968. (Págs. 1 e 6)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas
Manchete: Copa vai encurtar férias de janeiro
Recesso durante o Mundial deve obrigar a começar as aulas mais cedo.

A Lei da Copa determina que todos os estabelecimentos de ensino paralisem suas atividades durante a competição, entre 12 de junho e 13 de julho de 2014, aumentando o intervalo de meio de ano, que em geral é de apenas 15 dias. Mas, segundo parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE), isso não eximirá os colégios de cumprir os 200 dias letivos anuais exigidos pela Lei de Diretrizes e Bases (LDB). Assim, uma saída é reduzir as férias no início do ano. O Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais propõe que as aulas comecem em 20 de janeiro. Uma reunião no início do mês que vem definirá o calendário. O Sindicato dos Professores do estado, porém, é contra a antecipação das aulas. As secretarias de Estado e Municipal de Educação ainda não decidiram como vão se adequar. (Págs. 1 e 19)

Fim da caçada
Depois de perseguição cinematográfica e cerco de quase 24 horas, a polícia americana matou Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos, e prendeu o irmão dele, Dzhokhar, de 19 anos. De origem chechena, eles são suspeitos de matar três pessoas no atentado a bomba na Maratona de Boston. Ferido numa perna e no pescoço, Dzhokhar foi capturado no início da noite em Watertown. População comemorou com policiais nas ruas da cidade. (Págs. 1 e 16 e 17)
Relatório Figueiredo: Abandonadas ao horror
Crueldade com crianças indígenas e descaso com adultos doentes ou feridos em aldeias do Rio Grande do Sul marcam uma das passagens mais dramáticas descritas pelo procurador Jader de Figueiredo Correia, em 1968, no inquérito sobre abusos durante a ditadura, revelados pelo Estado de Minas. (Págs. 1 e 3)

Prefeito tira o time de campo
À frente da administração de Mutum por 107 dias, Ronaldo Nogueira, o Ronaldinho (PV), renunciou ao cargo e surpreendeu até mesmo sua equipe na prefeitura. Alegando motivo de "foro íntimo", ele deixou a cidade, no Vale do Rio Doce, com a família. (Págs. 1 e 8)
Vale do aço: Policiais presos são suspeitos de homicídios
Dois policiais civis foram presos ontem suspeitos de envolvimento em crimes no Vale do Aço. Força-tarefa investiga a morte de dois jornalistas e de vítimas de casos denunciados por eles. O chefe da corporação em Minas, delegado Cylton da Matta, confirmou a participação de policiais civis e militares em crimes nos quais 20 pessoas morreram. (Págs. 1 e 23)
Cardápios mudam para driblar a inflação (Págs. 1 e 13)


------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Chuva renova esperança (Págs. 1 e Cidade 5)


Um responsável pelo atentado em Boston está morto e o outro, preso (Págs. 1 e 3 a 5)


Domésticas (Págs. 1 e economia 1)

Mensalão (Págs. 1 e 7)


------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: O terror revivido: Um suspeito morto e outro preso nos EUA
Polícia mata um dos irmãos de família chechena apontados como autores dos atentados na Maratona de Boston e, após caçada que mobilizou 9 mil agentes, captura o segundo. (Págs. 1 e 4 e 5)
Mensalão: Acórdão diz que Dirceu foi organizador
Divulgado ontem, resumo das decisões do julgamento aponta ex-ministro como operador do esquema. (Págs. 1 e 6)
------------------------------------------------------------------------------------
EBC Serviços

Comentários