Em Niterói, vinte e cinco pessoas ficam feridas em acidente com cinco ônibus e dois carros


Dois dos ônibus envolvidos no acidente
Vinte e cinco pessoas ficaram feridas num acidente envolvendo cinco ônibus e dois carros, ocorrido na manhã desta quinta-feira, na pista sentido Ponte Rio-Niterói da Alameda São Boaventura. A batida foi no trecho conhecido como descida da Caixa D’Água. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, as vítimas tiveram escoriações leves e foram levadas para o Hospital Estadual Azevedo Lima, no Fonseca.


Um carro e um ônibus ainda no local da batida
Um carro e um ônibus ainda no local da batida Foto: Niterói Transportes e Trânsito S/A / Divulgação
Os veículos já foram retirados da pista. Mas, por causa da batida, o trânsito segue bastante lento na Alameda.
O outro carro de passeio envolvido na batida
O outro carro de passeio envolvido na batida Foto: Niterói Transportes e Trânsito S/A / Divulgação
O acidente teria sido causado por um ônibus da Viação Fagundes que desceu a via desgovernado. Segundo testemunhas, o coletivo estava em alta velocidade e parecia estar sem freios.
O ônibus da Viação Fagundes ficou com a frente destruída
O ônibus da Viação Fagundes ficou com a frente destruída Foto: Domingos Peixoto / O Globo
Desde o início deste mês, acidentes de ônibus no Rio e na Região Metropolitana deixaram pelo menos dez mortos. O mais grave dele ocorreu no dia 2, quando um coletivo da Viação Paranapuan caiu de um viaduto na Avenida Brasil. Oito pessoas morreram e nove ficaram feridas. O acidente ocorreu por causa de uma briga entre o motorista André Luiz da Silva Oliveira e o o passageiro Rodrigo dos Santos Freire.
No dia 10, Tatiana Ferreira Lúcio, de 29 anos, foi atropelada por um ônibus da Viação Rubanil quando estava num posto de gasolina desativado na Rua Clarimundo de Melo, em Quintino, na Zona Norte do Rio. A jovem teve as duas pernas amputadas e morreu quatro dias depois. O filho dela, de 3 anos, ficou ferido no acidente. O motorista Hideraldo Nascimento Bispo, de 41 anos, responde por homicídio doloso (quando há intenção de matar).
No dia 17, um ônibus da Viação Rosana tombou na Rodovia RJ 104, na altura do Colubandê, em São Gonçalo, Região Metropolitana. Mais de 20 passageiros ficaram levemente feridos. No dia seguinte, um ônibus da Transporte Estrela subiu numa calçada na esquina da Avenida Visconde de Pirajá com a Rua Garcia D’Ávilla, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, atingindo uma banca de jornal e lojas. Quatro pessoas ficaram levemente feridas. O coletivo tinha três multas por excesso de velocidade num intervalo de apenas dois minutos.
No dia 18, uma idosa foi atropelada por um ônibus da Viação 1001 na Rodoviária Novo Rio. Emilce Thomas Duarte de Oliveira, de 64 anos, havia saltado do coletivo e, ao passar por trás dele, foi atingida pelo veículo. O motorista não viu a mulher pelo retrovisor. Bombeiros foram chamados para socorrer a idosa, mas já a encontraram morta. No mesmo dia, um ônibus do consórcio Transcarioca bateu num carro de passeio em Vila Valqueire, na Zona Norte. Duas pessoas ficaram feridas.


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/rio/vinte-cinco-pessoas-ficam-feridas-em-acidente-com-cinco-onibus-dois-carros-em-niteroi-8206506.html#ixzz2RUs9cRDM

Comentários