Investimentos devem melhorar o acesso a Búzios

Pacote de R$ 1,9 bi inclui ainda ligação da Baixada à Avenida Brasil

Novos acessos a Búzios e a ligação da Baixada Fluminense à Avenida Brasil, através da Via Light, fazem parte do pacote de obras rodoviárias no Rio, no valor de R$ 1,9 bilhão, que foi aprovado na quinta-feira passada pelo governador Sérgio Cabral. Ainda podem ser aprovadas até o fim do ano outras obras de construção e melhoria de rodovias, no valor de R$ 1 bilhão. Os investimentos também incluem recursos para modernizar a sinalização das cidades turísticas, antes da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016.


PAULO ROBERTO ARAÚJO
Uma das prioridades do plano rodoviário estadual é melhorar o acesso a Búzios, um dos destinos turísticos mais procurados do estado. Serão investidos R$ 24,4 milhões na construção de uma estrada, de 3,7 quilômetros, no bairro da Rasa. A via atual às margens da praia será entregue ao município para tráfego local, e a nova ficará a 500 metros da orla, numa área ainda pouco habitada. A nova estrada (Rasa-Estrada Cabo Frio-Búzios) também facilitará o acesso às marinas da região. As obras começam em dois meses.
DER autoriza pavimentação
As obras da Estrada da Integração, uma rodovia de 12,5 quilômetros que liga a região central de Cabo Frio à RJ-106, na altura da Fazenda Campos Novos, já começaram. O trabalho, orçado em R$ 25 milhões, vai melhorar o acesso a Búzios e ao distrito de Tamoios. Ao mesmo tempo, vai retirar o tráfego pesado da RJ-102 (Estrada do Guriri), principal acesso ao Aeroporto Internacional de Cabo Frio.
O presidente do DER, Henrique Ribeiro, autorizou, em Cabo Frio, a execução de um projeto para pavimentar uma via que liga a Estrada do Guriri à Avenida Wilson Mendes, tirando o tráfego turístico da área urbana dos bairros de Gamboa e Jacaré. O prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa, disse que vai pedir ao governador Sérgio Cabral que dê prioridade à execução desse projeto. Em Búzios, o DER destinou R$ 7,5 milhões para obras em vias dos bairros Marina, Rasa e Vila Verde.
— O plano também prevê um investimento de R$ 29 milhões para pavimentação, acostamento, drenagem e sinalização do trecho da RJ-106 que vai de São Pedro da Aldeia até o acesso a Búzios — disse Ribeiro. — As obras começam em um mês. Está em negociação a construção de uma nova rodovia que fará a ligação em linha reta da RJ-106, na altura do bairro Botafogo, em Cabo Frio, ao pórtico de Búzios.
O prefeito de Búzios, André Granado, disse que as obras são importantes para a cidade e pediu ajuda ao estado para que urbanize o acesso na área urbana, entre Manguinhos e Praia da Tartaruga, onde é alto o índice de acidentes devido ao tráfego intenso, principalmente na alta temporada:
— Esse trecho é alvo de muitas reclamações de turistas e moradores, porque é muito movimentado e precisa urgentemente de melhorias.
Via Light: obra em dois anos
O estado também liberou R$ 469 milhões para a complementação das obras da Via Light, que liga Nova Iguaçu à Pavuna. O trecho complementar, que permitirá a ligação da Baixada Fluminense com a Avenida Brasil, tem 3,5 quilômetros. O projeto de pavimentação inclui dois túneis (de 300 e 400 metros), sinalização e iluminação pública. O prazo de execução é de dois anos.
Também serão feitas melhorias na RJ-104, que liga Tribobó a Manilha e é uma alternativa de acesso à Região dos Lagos, em caso de problemas no trecho Niterói-Manilha da BR-101.
Já as obras da Rodovia Mauá-Maringá, com 5,5 quilômetros em Itatiaia, já estão em andamento. Foram liberados recursos também para pavimentação, sinalização e segurança nas rodovias Barra do Piraí-Valença e Japeri-Miguel Pereira. No Norte Fluminense, será construída uma ponte ligando São Francisco de Itabapoana a Campos, com 1,3 quilômetro, orçada em R$ 124 milhões.


© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

Comentários