Vídeo mostra homem preso nas pedras de cachoeira em Macaé

Internauta explica que homem ficou no local por duas horas, sem socorro.
Prefeitura diz que agentes são treinados para ajudar visitantes.


A internauta Druzila Lima Buqueroni enviou um vídeo por meio do VC no G1 que mostra um homem preso em uma cachoeira no distrito de Sana, na região serrana de Macaé, no Norte Fluminense. Druzila e seu marido Éliton Fernandes faziam um passeio pelo local quando registraram a cena. O vídeo mostra vários outros banhistas tentando fazer o resgate do homem, que não teve seu nome divulgado,  preso às pedras do local conhecido como cachoeira do Borboleta. A água, por vezes, encobre a cabeça do homem, que corria risco de afogamento.


Éliton contou ao G1 que a correnteza era forte e o local de difícil acesso, o que teria dificultado a retirada do homem. “Quando chegamos, ele já estava preso. Na entrada da cachoeira, um rapaz que fica na recepção falou que a correnteza estava forte. Quando estávamos subindo, atrás de nós tinham guardas florestais. Um casal veio descendo e comentou alguma coisa com eles, acredito que avisaram sobre o ocorrido. Quando chegamos lá vimos a situação”, contou.
Ainda segundo Éliton, o homem só teria conseguido sair depois de ter desmaiado. “Ele teve uma espécie de desmaio, pois não estava aguentando mais. Como estava preso pelo tórax, acredito que o músculo deva ter relaxado e, por isso, ele conseguiu sair. As pessoas ajudaram na descida. Um ambulância já estava na parte mais baixa esperando para levá-lo ao posto do Sana. Soube que depois ele foi transferido para hospital de Macaé”, contou.
De acordo com o internauta, o rapaz ficou preso nas pedras por cerca de duas horas. “Um guarda foi na parte de trás e tentou puxar, só que atrás do rapaz preso tinha um buraco, o que dificultou o acesso. Para tentar puxar, um colocou luva de látex, outro ficou filmando, outro tirando foto, mas nenhum com equipamento adequado”, contou, indagando: “Há algum tipo de serviço de segurança na cachoeira?”. 
Nota da Redação: Questionada sobre a indagação do internauta, a prefeitura de Macaé informou que "a Defesa Civil atua no distrito do Sana, na região serrana de Macaé, com 10 agentes, sendo quatro por dia – dois trabalhando 24 horas na base, um que é morador do Sana e monitora as cachoeiras diariamente das 8h às 17h,  e um coordenador de equipe".  Ainda segundo a prefeitura,  em dias de festividades ou feriados, como o do ocorrido “o efetivo é reforçado”.
O G1 também tentou buscar a identificação do homem que ficou preso nas pedras da cachoeira para uma possível entrevista, mas seu nome não foi revelado pelo posto de Saúde de Sana e nem pelo hospital de Macaé.

Comentários