Turismo 365 dias: Baixa temporada oferece descontos no comércio de Cabo Frio


Setor de moda praia é o que mais oferece promoções.
Biquini e roupa de moda fitness estão com preços 50% menor.
Cesta com peças a R$10,00 (Foto: João Phelipe Soares)
Cesta com peças a preços populares na Rua dos Biquinis, em Cabo Frio. (Foto: João Phelipe Soares)
Com a chegada da baixa temporada, período que começa em março e termina em junho, a rotina no comércio de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, começa a sofrer alterações no movimento e, claro, nas negociações. Até as vitrines ganham uma "cara nova". Em praticamente todos os expositores, adesivos anunciam descontos. 
Rua dos Biquinis, em Cabo Frio. (Foto: João Phelipe Soares)Rua dos Biquinis  (Foto: João Phelipe Soares)
Na "Rua dos Biquinis", um dos mais importantes pólos de moda praia do Brasil, e possível ver a diferença ao longo do shopping a céu aberto. Localizado no bairro Gamboa, o complexo que reúne cerca de 150 lojas do setor, fica praticamente vazio durante o dia, principalmente ao entardecer. Segundo o Presidente da Associacao Comercial, Silvio Rodrigues, "Depois da Praia do Forte, esse é o segundo lugar mais visitado de Cabo Frio", comentou. 
Apesar disso, o cenário é de baixa frequência. Para contornar esta fase, os comerciantes adotam estratégias promocionais. Francinete Soares Martins é gerente de uma loja e afirma que os preços, agora, são convidativos. "No verão, eu vendia a peça do biquini por R$35 reais, mas há uma semana o preço de alguns modelos do verão passado (2012) e deste ano (2013) caíram para o valor de R$10 reais. Com isso, é possível montar um conjunto por R$20 reais", explica a vendedora.
Sutiã de oncinha com estampa foi a 'febre' do verão. (Foto: João Phelipe Soares)
Sutiã de oncinha colorida foi a febre no verão.
(Foto: João Phelipe Soares)
Modelos como sutiã com bojo e as estampas de oncinha colorida e os biquinis com 'petit poá' em babados, foram a sensação nos corpos torneados das mulheres no último verão (2013) e hoje podem ser encontrados com o preço mais 'camarada'. Os modelitos com bolinhas podem ser comprados com 30% de desconto. Já o famoso sutiã que seguiram a tendência do 'animal print' com cores chamativas, custava R$30 reais, e hoje o preço não passa dos R$25 reais.
Além da estratégia manter a rotatividade nas vendas, o outro objetivo é liquidar os produtos para a troca de coleção. A previsão dos lojistas, é que os novos modelos estejam expostos entre os meses de outubro e novembro de 2013. Felipe Bastos Ribeiro, de 30 anos, é dono de loja e afirma.


"Quando os feriados que caem na quinta-feira, isso quer dizer que o ano será melhor para vendas. Este ano (2013) será diferente e, por isso, eu já fabriquei menos para diminuir a margem de prejuízos. Em contrapartida,os descontos são maiores. Estou oferecendo ate 50% de desconto no valor do biquini, inclusive nos modelos que mais foram vendidos no verão"`, avaliou o empresário.

Entre lojas de biquinis e acessórios, outra linha de roupa muito comum pela rua, é a de moda fitness. Para as adeptas da malhação, esse é o momento ideal para comprar novas roupas e desfilar pelas academias da cidade.
Jociane Santos trabalha como vendedora em um loja especializada nesse tipo vestuário e garante que o preço está imperdível. "Temos peças como macacão e calça que tiveram uma redução de 50% no preço. O valor real eu deixo para informar aos clientes aqui na loja e tenho certeza de que todos vão ficar satisfeitos", disse a vendedora.
Do G1

Comentários