Acabou o período do defeso do camarão e lagosta em Macaé

Moradores foram para o mar em busca dos crustáceos antes do amanhecer.
Carregamentos já podem ser encontrados no mercado de peixes da cidade.

Neste sábado (1), acabou o período de defeso do camarão e da lagosta, quando é proibida a pesca dos crustáceos. Em Macaé, na Baixada Litorânea do Rio de Janeiro, alguns pescadores não perderam tempo e se laçaram ao mar, ainda nesta madrugada. Os carregamentos de crustáceos chegaram ao mercado de peixes da cidade nas primeiras horas da manhã.
O período de defeso começou no dia primeiro de março, e uma semana antes de terminar, a polícia federal apreendeu 229 kg de camarão e lagosta no mercado de peixes da cidade. Depois de receber denúncias anônimas, policiais monitoraram o comércio ilegal do camarão durante uma semana.  Depois, fecharam um cerco no mar e prenderam sete pessoas.


Durante o período em que a pesca é proibida, para facilitar a reprodução das espécies, cerca de 10 toneladas de camarão e lagostas deixam de chegar todos os dias ao mercado de peixes de Macaé. Segundo os comerciantes, com a redução nos estoques, o preço do camarão chegou a subir cerca de 40% este ano.
do G1
0