Cabo Frio lança revista com programação cultural da cidade

Publicação vai divulgar a agenda cultural com foco no turista e público local.
Revista será bimestral, com tiragem de 5 mil exemplares.
 Secretário de Cultura de Cabo Frio, RJ José Facury. (Foto: Divulgação)Secretário de Cultura José Facury (Foto: Divulgação)
"Não basta fazer, é preciso que todos saibam". Com este lema em mente, o secretário de Cultura de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio, José Facury, revela seu entusiasmo pelo lançamento da revista "Nossa Gente Cultura - Programação", uma publicação bimestral, que se torna realidade após o sucesso de sua edição piloto nas redes sociais. A revista, segundo o secretário, tem como objetivo principal informar a programação artística da cidade, e não apenas as que acontecem nos espaços oficiais.


Editada em um formato prático e de fácil manuseio, a publicação vem ocupar o lugar de divulgadora oficial dos eventos culturais originados ou apoiados, não apenas pela secretaria de Cultura como, também, pela prefeitura. Segundo a secretaria, a periodicidade da revista será, inicialmente, bimestral, e a primeira edição em papel sairá da gráfica a tempo de alcançar em cheio as férias de julho, época em que a carência de informações sobre o panorama cultural da cidade pode deixar grandes atrações com público restrito.
Revista lançada em Cabo Frio sobre a programação cultural da cidade (Foto: Divulgação)
Revista lançada em Cabo Frio
(Foto: Divulgação)
A revista, segundo Facury, não pretende concorrer com outras publicações do gênero, que trazem reportagens sobre eventos, e sim limitar-se a ser a agenda oficial das iniciativas apoiadas pela secretaria de Cultura do município. "O que levou a secretaria de Cultura a lançar a revista foi o fato notório da total ausência de divulgação que a rica programação cultural da cidade sofre. Os resultados disso são eventos vazios e a qualidade dos artistas sem nenhum eco, reinando ali solitários",  disse Facury.
Segundo a secretaria de Cultura de Cabo Frio, a tiragem da revista será de 5.000 exemplares, espalhados em consultórios, restaurantes, bancos, pousadas, hotéis, universidades e escolas. Além disso, a secretaria manterá a postagem sobre a programação cultural do município nas redes sociais.
0