Cabo Frio recebe ecopontos para coletar óleo de cozinha

Óleo recolhido será utilizado na composição de biodiesel.
Projeto faz parte das ações socioeducativas para jovens infratores.
No Dia Mundial do Meio Ambiente, Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio, lançou o projeto de ecopontos para receber óleo de cozinha usado. A iniciativa vai funcionar nas unidades do Departamento Geral das Ações Socioeducativas do Estado, uma forma de preservar a natureza e reintegrar os jovens infratores à sociedade.


O Centro de Recursos Integrados ao Adolescente, o Criaad será o primeiro ponto de coleta no estado. O trabalho será estendido a outras 25 unidades do Degase, em Cabo Frio. Cinco adolescentes que cumprem regime de semi-liberdade vão participar diretamente do projeto ajudando a recolher o óleo.
O material recolhido vai ser encaminhado a uma empresa, que vai utilizá-lo na composição de biodiesel. Caso descartado incorretamente, o óleo pode causar danos ao meio ambiente. Recente pesquisa da Companhia de Água e Esgoto do Estado de São Paulo identificou que um litro de óleo pode contaminar até 20 mil litros de água.
A coleta em Cabo Frio é feita na Rua Antônio Luiz da Fonseca, sem número, no bairro Jacaré, e pode ser feita de segunda-feira a sexta-feira em horário comercial. O óleo pode ser entregue em garrafas pet ou em qualquer outro recipiente.
0