Diversos restaurantes participam de festival gastronômico em Macaé

São esperadas 25 mil pessoas durante o evento na Orla de Cavaleiros.
Em 16 restaurantes serão cobrados apenas R$ 15 pelos pratos.


Júnior Costa
Macaé, RJ
Festival de Gastronomia (Foto: Monalisa Fagundes/CVB)Dois italianos, um mexicano e brasileiros integram o time de chefs. (Foto: Monalisa Fagundes/CVB)
Oito chefs de cozinha, alguns renomados e de outros países, são autores dos 16 pratos que farão parte do IV Festival Macaé de Cultura e Gastronomia, que acontece entre quinta-feira (27) e domingo (30), em 16 restaurantes da Orla da Praia dos Cavaleiros, em Macaé, Baixada Litorânea do Rio de Janeiro.
Os pratos terão valor simbólico de R$ 15 e farão parte do cardápio dos restaurantes participantes do festival. Além deles, os chefs também darão oficinas ao ar livre para ensinar como preparar receitas contemporâneas. As receitas preparadas podem ser saboreadas gratuitamente nas tendas gastronômicas montadas entre o Restaurante Ilhote Sul e o Botequim Seu Adonias. Para isso, durante as oficinas serão distribuídas 300 senhas para participação do público.
Para realizar o evento, serão investidos R$ 400 mil com recurso público e privado e a expectativa da organização do evento é movimentar em torno de R$ 5 milhões em receita durante os quatro dias de evento. São esperadas 25 mil pessoas nos quatro dias.


“Não é preciso ser gênio para fazer um bom prato. É preciso ter bons ingredientes, boa vontade para fazer, dedicação e tempo. Vamos preparar pratos simples para que as pessoas possam ter acesso a uma boa culinária”, adiantou o chef Massimo Torresan.
Pratos
O restaurante Durval vai oferecer o cherne do Durval; a Estação da Praia irá apresentar o polvo à espanhola; o Finalmente Creperia elaborou o crepe maltine.
Festival de gastronomia de Macaé (Foto: Monalisa Facundes/CBV)
Filé à francesa à moda do Zé é o prato do Picanha
do Zé para o festival. (Foto: Monalisa Facundes/CBV)
O Finalmente Grill criou o cuscuz marroquino ao curry; no Ilhote Su, os clientes poderão saborear a feijoada de frutos do mar; no Koni Store os adeptos da comida japonesa saborearão o hotbowl de camarão; no Tokyo, os amantes da culinária oriental vão provar o Tokyo Jow; no La Fazendinha, os participantes vão provar o ninho de mignon ao Malbec.
O Lucca Ristorante vai oferecer a bruschetta maialina; no Parada do Chopp será oferecido frango ao creme de vinho; na Picanha do Zé I e II será servido o filé à francesa à moda do Zé; no Seu Adonias será servida a paleta de cordeiro com cuscuz marroquino; no Xote Baião terá a carne de sol à moda de lampião e o Top Grill oferecerá o siri au gratin.  
Trânsito
Durante os quatro dias de festival, parte do trânsito na orla da praia dos Cavaleiros será interditada. No ponto entre as ruas Ministro Salgado Filho e a Viña Del Mar não será permitido transitar. O trecho é entre os restaurantes Ilhote Sul e Botequim Seu Adonias
Durante os dias do evento serão colocados 20 agentes de trânsito na região para organizar o tráfego. Painéis eletrônicos e sinalizadores também serão usados para organizar o fluxo. Parte da avenida Nossa Senhora da Glória, que dá acesso à Orla da Praia de Cavaleiros, seguirá no sistema de mão inglesa.
O IV Festival Macaé de Cultura e Gastronomia vai contar com shows renomados. Na quinta-feira (27), a partir das 21h, show com o Leo Gandelman. Na sexta-feira (28), às 21h, show com Liah Soares (violão e gaita). No sábado (29), Gabriel Leite se apresenta a partir das 21h.
0