Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







domingo, 23 de junho de 2013

Mais de 400 jornalistas foram exilados nos últimos cinco anos, diz CPJ



De 2008 a maio deste ano, violência e ameaças levaram 456 jornalistas de todo o mundo a deixarem seus países, de acordo com um relatório do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

Segundo o Terra, os países com o maior número de profissionais de imprensa exilados são o Irã (82), Somália (70) e Etiópia (45). O levantamento do CPJ não cita o Brasil. No México, foram 12 jornalistas exilados.

O relatório diz que, no ano passado, um total de 55 jornalistas de 21 países foram obrigados a buscar refúgio em outro país.

"Os jornalistas de todo o mundo estão sendo forçados a deixar suas casas para escapar da perseguição, prisão e às vezes até à morte", diz María Salazar-Ferro, coordenadora do programa de assistência do CPJ.


A pesquisa só considerou jornalistas que fugiram devido à perseguição relacionada ao jornalismo e que permaneceram em exílio por pelo menos três meses.
do Portal Imprensa
Postar um comentário