Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







domingo, 9 de junho de 2013

Paciente que fugiu de pronto socorro é encontrado em Araruama

Jovem de 18 anos fugiu de unidade na madrugada da última sexta-feira (7).
Unidade de saúde fica em São Pedro da Aldeia; rapaz tem esquizofrenia.

reencontra paciente (Foto: Heitor Moreira/G1)Mãe de Jonata Martins abraçou o filho assim que ele chegou no pronto socorro (Foto: Heitor Moreira/G1)
Heitor Moreira
Do G1 Região dos Lagos
A emoção tomou conta do reencontro de Jonata Martis, de 18 anos, com a família na noite deste sábado (8). O jovem fugiu do pronto socorro de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, na madrugada da última sexta-feira (7), sem ser percebido por nenhum funcionário da unidade. Jonata foi encontrado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Araruama, a 30km de distância de onde desapareceu. Ainda não se sabe se ele foi andando ou pegou alguma carona.
reencotra paciente (Foto: Heitor Moreira/G1)
Pai se emocionou durante reencontro com o filho.
(Foto: Heitor Moreira/G1)
Ele foi levado para a UPA por bombeiros depois de ter sido atropelado. Assim que chegou na unidade de saúde, o rapaz foi reconhecido por enfermeiras que entraram em contato com a mãe do jovem. Adimilson Santos, de 51 anos, é pai de Jonata e contou   que estava sofrendo muito com o desaparecimento do filho. ''Minha esposa recebeu a ligação da UPA de Araruama. A enfermeira disse que tinha um rapaz parecido com o nosso filho. Graças a Deus encontramos. A gente tava sofrendo muito. Ele está com alguns ferimentos, um pouco mais magro, mas o mais importante é que ele está vivo e agora tá aqui, com a gente'', disse o pai.


Jonata foi trazido de volta para o pronto socorro de São Pedro da Aldeia onde reencontrou toda a família. Entrando na unidade, ele brincou: '' Pode tirar foto que estou bem.''
Imagens das câmeras do circuito interno do pronto socorro mostram o momento em que o jovem saiu da unidade, segurando o soro que usava. Jonata será levado para uma clínica psiquiátrica em Rio Bonito, no interior do Rio de Janeiro. A Polícia Civil investiga o caso. O diretor médico do Pronto Socorro de São Pedro da Aldeia, Ozeas Luiz Simões, disse que uma sindicância foi aberta para apurar o acontecido. Ele admitiu que houve falhas na segurança do pronto socorro e que tomará as medidas necessárias.
Postar um comentário