Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







sábado, 20 de julho de 2013

Clima mais quente leva moradores da serra para a Região dos Lagos do Rio

Cabo Frio recebe várias famílias com crianças e jovens em férias.
Temperatura amena e dias de sol atrai turistas de todo o país à região.

Do G1 Região dos Lagos
Praia do Forte, em Cabo Frio, RJ - julho de 2013 - inverno de sol e mar com água morna (Foto: Andreia Constâncio)Praia do Forte, em Cabo Frio:  inverno de sol e mar com temperatura amena (Foto: Andreia Constâncio)
Se as temperaturas em PetrópolisTeresópolis e Nova Friburgo, Região Serrana do Rio,  neste inverno despencaram, chegando a abaixo de zero nas madrugadas, na Região dos Lagos os moradores e comerciantes não têm do que reclamar. Durante o dia, as praias de Cabo Frio, Arraial do Cabo, São Pedro da aldeia, Saquarema, entre outras, já estão ficando lotadas, com famílias que chegam de vários municípios do estado e também de Minas Gerais e Espírito Santo, aproveitando as férias escolares e fugindo de temperaturas mais baixas. À noite, o clima mais ameno da região movimenta os restaurantes e comércios locais.


" Neste período de férias escolares sempre venho para Cabo Frio. Minha família possui casa aqui no Peró há anos e as crianças adoram. Saí de teresópolis com 15ºC durante o dia, usando casaco. Hoje estou aqui na praia, de biquini e tirando aquele mofo da serra", brinca a advogada ana Lúcia Rocha, 36 anos, que chegou ao município no último final de semana, onde pretende ficar até o final de julho.Segundo dados do Climatempo, a temperatura em Cabo Frio, uma das cidades mais procuradas pelos moradores da Região Serrana, tem girado em torno de 26ºC durante o dia,  e 12ºC nas madrugadas.
Para o casal de Juiz de Fora (MG) poder aproveitar o sol ameno na praia, no meio da semana, é um privilégio. " Chegamos ontem à cidade e vamos ficar aqui por 15 dias porque estamos de férias no trabalho. Aproveitar essas praias lindas da região, comer peixe camarão, sem precisar ficar com blusas e casacos pesados é realmente uma oportunidade", comentou.
O vendedor ambulante José Carlos Silva, 54 anos, afirma que o período de julho atrai um público diferenciado ao balneário. " No verão a cidade fica completamente lotada e as pessoas não podem realmente aproveitar as praias, caminhar tranquilamente, as crianças não podem brincar na areia. Nesse período, o que temos aqui são mais famílias, pessoas que querem aproveitar a cidade de forma mais tranquila. Eles consomem mais comida, que bebidas, e são clientes cativos dos ambulantes e também dos barraqueiros da praia", explica.
Postar um comentário