Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







sábado, 27 de julho de 2013

Educação de Cabo Frio capacita cozinheiros e auxiliares no período de recesso escolar


 

O curso tem como objetivo trabalhar as técnicas corretas de higienização e manipulação de alimentos
A Secretaria de Educação de Cabo Frio (SEME), por meio da Divisão de Nutrição Escolar, está promovendo cursos de capacitação para todos os profissionais que atuam nas escolas da rede municipal com alimentação escolar, como cozinheiros e auxiliares. O curso Boas práticas na manipulação de alimentos foi ministrado pela equipe de nutricionistas da SEME, de acordo com as orientações previstas pelo PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar.

O curso tinha como objetivo trabalhar as técnicas corretas de higienização e manipulação de alimentos, desde a entrega e armazenamento até a distribuição nos refeitórios escolares.



De acordo com Sônia Moraes, chefe da Divisão de Nutrição Escolar da SEME, para garantir a segurança alimentar dos alunos é necessário que todos os manipuladores de alimentos estejam empenhados nesse compromisso.

 – Os manipuladores de alimentos são todas as pessoas que trabalham com a alimentação, ou seja, quem produz, coleta, transporta, recebe, prepara e distribui o alimento. Por isso, o curso é oferecido para todos os profissionais das unidades escolares que atuam nesse processo e está pautado também nas técnicas de segurança orientadas pela Vigilância Sanitária.

A nutricionista da SEME, Danuza Lima, que também é responsável pelo treinamento da equipe, explica que o oferecimento do curso é apenas uma pequena parte de todo um trabalho desenvolvido nas escolas durante todo o ano letivo. 

– Em Cabo Frio, quando falamos em segurança alimentar estamos falando em garantir o acesso dos alunos à alimentação em quantidade e qualidade adequadas, aproveitando ao máximo os nutrientes e assegurando o preparo sem perigos à saúde. Para assegurar tudo isso, nossa equipe de nutricionistas vai periodicamente visitar as escolas para melhor orientar e fiscalizar todo o processo, inclusive verificando se as escolas estão seguindo o cardápio elaborado pelas nutricionistas.

Para Lêda Maria Seabra, cozinheira há 9 anos na E. M. Prof.ª Wanda Pereira Roque, no 2º Distrito, os cursos são ótimas oportunidades para esclarecer dúvidas e trocar dicas importantes.

– Desde quando comecei a atuar na cozinha eu participo dos cursos e sempre tem algo novo para aprender, sem falar das dicas que trocamos entre as colegas de outras escolas – explica Lêda que aproveita para convidar as colegas que não costumam participar:

– Eu indico que todos os profissionais façam esses cursos. É muito bom e ainda promove uma integração legal entre nós – garante.

A Secretária de Educação, professora Elenice Martins, destaca que a alimentação escolar é uma das ações de destaque que a prefeitura de Cabo Frio faz questão de investir e a formação dos profissionais é parte importante desse investimento. 

– Os cozinheiros e auxiliares cuidam da alimentação dos alunos com muita dedicação, atentos aos cuidados essenciais no preparo da nutrição escolar e, ainda, são bastante atenciosos com os nossos alunos, sempre dispostos a contribuir. Por isso, estamos certos de que todo o processo que envolve a alimentação escolar é bem realizado em nossa rede e o todo investimento é bem aplicado – explica.

Texto: Anneliese Lobo | Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal de Educação
Fotos: 1 e 2 – Danuza Lima
Fotos: 3 até 8 – Anneliese Lobo
Postar um comentário