JMJ: Frio não espanta fiéis que, com guarda-chuvas e casacos, aguardam o Papa Francisco em Varginha

Maria do Carmo (de casaco vermelho): dois casacos para espantar o frio
Maria do Carmo (de casaco vermelho): dois casacos para espantar o frio Foto: Bruno Gonzalez / Agência O Globo
Wilson Mendes
Nem mesmo a chuva e o frio da manhã desta quinta-feira espantaram os fiéis que foram à Comunidade da Varginha, em Manguinhos, na Zona Norte do Rio, para ver o Papa Francisco. Antes mesmo de o dia clarear, por volta das 6h, cerca de 50 pessoas já ocupavam o campo pelo qual o Pontífice passará. Francisco deve chegar à Varginha às 11h.


Moradora da Favela do Mandela, também Manguinhos, há 18 anos, Maria do Carmo da Silva, de 82, acordou cedo, protegeu-se do frio e foi garantir o seu lugar para saudar o Papa Francisco.
- Estou com dois casacos para aguentar o frio. Reuni a família para ver se conseguimos ficar próximo a ele - disse ela, que está acompanhada da filha e dos netos.
Apesar da idade, Maria do Carmo não se incomodou com a lama.
- Nada que um saco de lixo não resolva - brincou.
Uma das primeiras a chegar ao local, a peregrina Maria Augusta, de 61 anos, veio de Vitória, no Espírito Santo, para ver o Papa. Ela está hospedada em Bonsucesso, bairro da Zona Norte, e faz parte de um grupo chamado Convento Missionário.
- Nosso grupo tem gente de todos os cantos do mundo. Estamos reunidos por dois motivos: a paz e o amor - disse ela.



0