Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







quarta-feira, 3 de julho de 2013

Taxistas de Rio das Ostras têm até sexta-feira para aferir taxímetros





A equipe do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro  (Ipem-RJ) em parceria com a Secretaria de Transportes Públicos, Acessibilidade e Mobilidade Urbana, iniciou nesta quarta-feira, dia 3, a aferição dos taxímetros dos veículos em Rio das Ostras. O serviço acontece até sexta-feira das 9h até 12h30 e das 13h30 às 16h30, na sede da Cooperostras, situada na Rodovia Amaral Peixoto, na  Cidade Beiramar.
Para a aferição, o taxista precisar retirar a Guia de Recolhimento da União (GRU), no site do Ipem – RJ (www.ipem.rj.gov.br) e pagar em uma das agências do Banco do Brasil, no valor de R$ 37,50. No ato da aferição, o permissionário deve apresentar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) de 2012 ou 2013; Certificado de Segurança Veicular  (CSV) para carros movidos a Gás Natural Veicular (GNV) dentro da  validade e  Certificado do Ipem-RJ do exercício de 2012 ou 2013.


Todos os taxistas que atuam na cidade devem levar os veículos para aferição. Os taxímetros que não foram verificados no exercício de 2012 estarão sujeito à multa. Aqueles que não comparecerem, não receberão o selo no para-brisa que confirmam a aferição do instrumento. Quem não conseguir realizar a verificação do taxímetro neste período terá que se deslocar até a regional do Ipem-RJ, situado à Rua Professor Joaquim da Costa Ribeiro, 31, no Centro de Niterói.

A medida beneficia os passageiros e também tem a aprovação dos taxistas, como David Anderson, que trabalha há cinco anos no município. “Antigamente as corridas eram cobradas aleatoriamente e desde que foi implantado há três anos os taxímetros nos veículos, ficou mais fácil trabalhar, já que o taxista cobra o estabelecido pelo poder público e o passageiros se sente protegido ao pegar um táxi” destacou .
De acordo com o subsecretário de Transportes, Marcio Dias, o passageiro deve ficar atento ao pegar um táxi e se perceber se o lacre do taxímetro estiver violado deve anotar o  número do veículo e ligar para a Secretaria de Transporte, no número 2771 28420, e denunciar. O objetivo do município é oferecer um serviço de qualidade e confiabilidade, concluiu.

https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif
Postar um comentário