Frase do dia

“O amor é tudo”
(Jesus Cristo)







sábado, 3 de agosto de 2013

Começa fiscalização na Lagoa de Araruama, Região dos Lagos

Período de defeso de todas as espécies começou na quinta-feira (01).
Quem descumprir a decisão pode ser preso.

Até outubro, a pesca na Lagoa de Araruama, na Região dos Lagos, está proibida. O defeso vale para todas as espécies de peixes e crustáceos. Durante o dia, a fiscalização foi reforçada nas cidades de Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo e Cabo Frio. Quinze fiscais e oito agentes da polícia ambiental marítima patrulham a laguna. Eles checam embarcações, redes de pescas e procuram pontos de lançamento clandestino de esgoto no local. O secretário de Ambiente do estado, Carlos Minc, esteve em São Pedro da Aldeia para conferir o trabalho dos fiscais.


A pena para quem descumprir o defeso pode ser de apreensão do material de pesca, multa e até mesmo prisão. Durante o periodo do defeso, os pescadores cadastrados receberão um auxilio de R$ 680 mensais. Até agora, cerca de 500 já foram cadastrados. Até o dia 31 de outubro, os fiscais vão percorrer diariamente toda a extensão da lagoa para tentar evitar a pesca ilegal durante o periodo de defeso. O patrulhamento acontece principalmente nos 30 pontos de desembarque de pescado.
No mercado do peixe de São Pedro da Aldeia, cidade responsável pela retirada de 50% de todo o pescado da laguna, ainda é possivel encontrar as espécies do defeso. Agora, para manter a comercialização, os comerciantes vão precisar trazer o pescado de outros lugares, o que deve aumentar entre 20 a 30% o valor do quilo das espécies.
Postar um comentário