Denúncias levam PM a rinha com 70 galos feridos em Rio das Ostras,

'Não sabia que era ilegal, galo é pra brigar mesmo', disse dono do local.
Dez pessoas foram autuadas em flagrante; rinha funcionava há um ano.

Heitor MoreiraDo G1 Região dos Lagos
galo de rinha de rio das ostras (Foto: Rodolpho Borges/ Arquivo pessoal)Local onde rinha acontecia estava com dezenas de galos feridos. (Foto: Rodolpho Borges / Arquivo pessoal)












A Polícia Militar em Rio das Ostras, no interior do Rio de Janeiro, interditou neste domingo (18) uma rinha que funcionava há um ano em um bairro da cidade. Os policiais conseguiram chegar até o local após denúncias anônimas. Na rinha, que funcionava em uma casa do bairro Vila Verde, foram encontrados 70 galos feridos. Segundo a polícia, dez pessoas foram autuadas em flagrante por crime ambiental. Com a chegada das viaturas dos policiais, muitas pessoas conseguiram fugir.
O homem que foi identificado como dono do local disse que não sabia que a prática era ilegal. ''Não sabia que rinha era ilegal. Esses animais são feitos para brigar mesmo. É da natureza deles. Eu não sou culpado por isso'', disse o homem.
Os galos da espécie China eram criados no mesmo local onde a rinha funcionava. Eles devem ficar na casa onde foram encontrados sob a vigiância de policiais e serão encaminhados para um centro de triagem de animais em Seropédica, também no interior do Rio de Janeiro. As dez pessoas encontradas no local onde funcionava a rinha foram encaminhadas para a delegacia da cidade para prestar depoimeto. Uma quantia de dinheiro foi apreendida, mas a polícia não divulgou o valor.
  •  
galo de rinha de rio das ostras  (Foto:  Rodolpho Borges/ Arquivo pessoal)Galos estavam muito feridos. Eles serão encaminhados para um centro de triagem para animais. 
(Foto: Rodolpho Borges/ Arquivo pessoal)
galo de rinha de rio das ostras (Foto: Rodolpho Borges/ Arquivo pessoal)Galos eram criados no quintal de casa onde rinha funcionava.  (Foto: Rodolpho Borges / Arquivo pessoal)
0